Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do Mês

Ver mais...

Resenha | Mister – E.l. James @EditoraIntrinseca

01/07/2019

Maxim Trevelyan é inglês, bonito, rico, nunca precisou trabalhar e quase nunca dorme sozinho. Essa vida fácil muda quando uma tragédia acontece e Maxim herda um título de nobreza, as propriedades da família e toda a responsabilidade que vem com isso. É um papel para o qual ele não está preparado, e que agora deve se esforçar para desempenhar.
Mas o maior desafio de Maxim vai ser lutar contra a atração por uma jovem enigmática que conheceu recentemente e que guarda um segredo do passado. Discreta, Alessia é misteriosa e sedutora, e logo o desejo de Maxim por ela se transforma em algo que ele nunca experimentou e não ousa nomear. Mas, afinal, quem é Alessia Demachi? O que ela esconde? Maxim será capaz de protegê-la do mal que a ameaça? E o que ela fará quando souber que ele também tem seus segredos?
Do coração de Londres, passando pelo cenário rural da Cornualha até a sombria e ameaçadora beleza dos Bálcãs, Mister é uma história de amor e suspense que vai deixar os leitores de E L James apaixonados.
Quem aí, que também leu e se apaixonou por Christian Grey, não ficou curioso quando foi anunciado que a autora estava escrevendo um novo livro? Acredito que a curiosidade também atingiu os leitores que detestaram Cinquenta Tons de Cinza. Se você faz parte do primeiro time, inevitavelmente começou a ler "Mister" com altas expectativas sobre o Maxim, já quem não gostou da trilogia de maior sucesso deve ter pensado: “espero que este seja diferente.”

Eu precisava ler para tirar minhas próprias conclusões. Não é segredo para quem já acompanha o blog que eu simplesmente amo "50 Tons". Em nenhum momento imaginei que “Mister” fosse se comparar, afinal de contas, Grey é um personagem único. No entanto, se eu achava que iria abandonar a leitura logo de cara, errei feio. A trama tem potencial, mas demorou a engrenar, contudo, algumas cenas de ação contribuíram para eu continuasse virando as páginas em busca de mais detalhes.

Já deixo claro que este livro realmente não tem a ver com a trilogia erótica, então tirem já isto do caminho. Apesar da escrita inconfundível e de haver várias passagens no enredo que lembram a vida de luxo e os gostos refinados do protagonista anterior, Maxim demonstra seus sentimentos de maneira bem mais explícita e é bem mais romântico. Como o ponto de vista dele está em primeira pessoa, não foi difícil me conectar com seus pensamentos e ficar na expectativa de como este mulherengo iria se apaixonar.

Não leio sinopse e não sabia nada sobre o livro, então para mim foi uma surpresa quando conheci a mocinha da vez. Alessia é uma albanesa de 23 anos que trabalha como diarista do Maxim e para ambos, tudo que se refere a este relacionamento tem diferenças no mínimo gritantes. Um conde relutante e uma garota pobre vítima de tráfico sexual? Me digam se isto por si só já não prenderia sua atenção?

Maxim tem 28 anos, é um membro da aristocracia e vive uma vida vazia de luxo como ele mesmo define. É modelo fotográfico, um excelente pianista e DJ nas horas vagas. Sua rotina muda drasticamente quando ele perde o irmão mais velho em um suposto acidente. Ele é obrigado a assumir não só o titulo de Conde que pertencia ao primogênito como também as responsabilidades que não queria e que não está acostumado. Envolvido em uma relação conturbada com a cunhada e ainda de luto, a chegada de Alessia mexe com ele de forma significativa. Sua atração por ela é imediata e o senso de proteção fica difícil de ignorar quando ele sabe de todos os problemas que ela enfrenta. O típico clichê do bilionário que salva a donzela em perigo. Como resistir?

Infelizmente, a minha fascinação pelo enredo passou antes mesmo que ele chegasse na metade. Mesmo tentando ignorar algumas coisas desnecessárias no início, pois eu estava tentando focar apenas nos pontos positivos, a narrativa em terceira pessoa da Alessia e em primeira do Maxim no mesmo capítulo me incomodaram e eu não consegui me acostumar. Também me confundiram diversas vezes, a ponto de eu ter que voltar no parágrafo anterior para entender quem estava falando. Assim que o romance do casal é iniciado as coisas para mim já estavam entediantes. O Maxim é inseguro, imaturo e eu não consegui me apaixonar por ele. Já a Alessia é com toda certeza a personagem mais “interessante”.

Ainda que fale inglês muito mal e cite vez ou outra expressões albanesas, ela possui uma inteligência nata para o piano e o xadrex, foi corajosa em várias situações e no final ainda enfrentou o pai tirano. Sedutora como a sinopse cita? Passou longe disto! Sua dependência pelo Maxim é justificada pelo trauma que sofreu. Sua timidez, pela primeira paixão e posição em relação ao um homem que além de ser o responsável pelo primeiro beijo, também é o seu patrão, fora a sua criação cheia de restrições, então não a julguei neste sentido. Já o amor instantâneo, as cenas de sexo mornas, as repetições de frases e músicas, os diálogos forçados e rasos, a vida nobre e sem profundidade do Maxim e o suspense prometido não conseguiram me convencer, o que achei uma pena. A escrita da autora não evoluiu, aconteceu justamente o contrário disto neste livro.

Com uma premissa destas, “Mister” tinha tudo para ser incrível, porém, o livro termina deixando diversas pontas soltas e um final em aberto. Provavelmente terá continuação já que personagens importantes foram deixados de lado. Não acho que isto seria necessário e sinceramente não estou empolgada para saber o que acontecerá com Maxim e Alessia a partir daqui. Uma leitura válida, mesmo que seja para saciar a sua curiosidade de leitor e depois dar um “Google” para ver as imagens lindas da Albânia. No meu caso, ainda valeu por ter me tirado da ressaca literária de Junho.

Leitura de Junho | 3⭐


Onde comprarAmazon



Comentários
1 Comentários

1 Comentário

  1. Oi, Di
    Eu ainda não tinha lido nada sobre esse livro mas também tinha me interessado, porém sua resenha me freou muito agora por questão da narrativa, se eu não me adequo eu basicamente pulo fora.
    Beijo!

    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

Meu Vício no Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts