Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do Mês

Ver mais...

Resenha | Encontre-me Ao Entardecer, Rosa Entre Margaridas Livro 1 - Lucy Vargas @EditoraCharme

08/07/2019


Eloisa pensou que tinha tudo: os melhores amigos e o amor de sua vida. Mas foi preciso apenas uma tarde fatídica para desiludir todos e causar uma reviravolta em seus destinos. Nada será como antes. Com tantos laços quebrados e sonhos destruídos, parece impossível lutar.
Como segundo filho do duque, Eugene decide trilhar seu próprio caminho, e parte para a guerra contra a vontade do pai. Mas acaba salvando o irmão e retorna com o corpo machucado e a alma despedaçada. Para voltar a andar, terá uma nova batalha para vencer. A última coisa que deseja é se envolver nos dramas da prima de seu melhor amigo, mas isso faz sua vida tomar um novo rumo.
Quando se reencontram, Eugene está decidido a trazer de volta a jovem que o salvou da amargura. Porém, Eloisa mudou muito e terá de tomar a decisão mais importante de sua vida.
Quem aí que ama romances de época resiste a um mocinho herói de guerra? Eu com certeza não! Quando fiquei sabendo que este era o caso do Eugene que não podia ter recebido apelido melhor do grupo de Devon, eu fiquei encantada. Este grupo aí já é citado em “Uma Dama Imperfeita” e também em “Um Amor para Lady Ruth” e nós ainda leremos muito sobre eles.

A Eloisa está prestes a completar 18 anos e pode até ter sido apelidada de Srta. Sem-Modos, mas agiu com toda a educação que a situação pedia quando resolveu visitar o Eugene que estava se recuperando de um ferimento grave na perna após retornar da guerra. Ela nunca foi íntima dele, mas os dois se relacionavam porque ele era amigo do seu primo Ingram, a quem ela ama como um irmão. O fato de que Ingram mora com Eugene e cumpre suas missões enquanto ele se recupera é suficiente para que ela se sinta a vontade em fazer companhia a um homem tão sério. Ele é o mau humor em pessoa e tem seus motivos. Até que tenta mandar ela embora e tal, mas ela não quer nem saber e continua levando uns docinhos para ele. Ela mesma é um verdadeiro doce de pessoa, mesmo com suas perguntas inapropriadas.

A interação entre Eloisa e o futuro duque de Betancourt é inusitada e de certa forma a amizade é fortalecida com tudo que acontece entre estas visitas. Eloisa sofre uma desilusão amorosa, tem um casamento indesejado arranjado pelo pai, sofre uma grande perda e tudo isto tendo o apoio dele, o vizinho que tenta ser desagradável, mas acaba tratando-a com consideração e como uma adulta. Eloisa então parte para Londres com a tia para aproveitar a temporada e eles ficam dois anos sem se ver.

O que ela não poderia imaginar é que um Eugene quase que completamente recuperado fosse aparecer em um baile e deixar claro como água que seus sentimentos mudaram. Para um homem que pouco falava, em uma determinada cena ele falou tanto que eu fiquei de queixo caído. Aliás, se fosse eu ali no lugar da Eloisa, não teria apenas me atrapalhado e derramado ponche não, teria desmaiado mesmo. Sabe aquelas cenas que você lê e até volta para ler de novo para confirmar se leu certo? Pois é! E aquelas novelas que tem duas fases? Então, eu me senti assim lendo este livro!

Mas se eu esperava que a partir daí o enredo fosse focar no romance do casal, com Eugene cortejando a Eloisa até que ela dissesse sim, eu me enganei redondamente. A segunda temporada de Eloisa foi de grandes emoções porque foi desenterrado não apenas um, mas dois trastes do passado para infernizar a vida dela. O que o Eugene sofreu também por causa disto não está escrito. Mas tudo valeu a pena no final.

Eu adorei como alguns fatos do enredo originaram o nome desta série, mas vou deixar você descobrir quando ler. Também adorei a personalidade da mocinha desde o início. Apesar de achar que ela demorou demais a se decidir e que fez meu Eugene sofrer, as coisas não seriam as mesmas de outro modo. Tenho que destacar a relação de Eloisa com o Ingram e do Ingram com o Eugene, eram maravilhosas as cenas destes três. Eu quero um livro para o Ingram, já deixo registrado isto aqui viu autora? Com cenas engraçadas, comoventes e românticas e com personagens únicos e cativantes, esta leitura foi uma delicia! Terminei querendo um Eugene para chamar de meu. Que homem gente! Que homem!

Eu queria muito ser sua amiga. E verdadeiros amigos não desistem. Então eu voltava.
Você achou que suas marcas de guerra me impediram de ficar? (...) Ou de desejá-lo?
Eu queria reencontrá-la porque tinha absoluta certeza de que a sua versão adulta seria formidável, e eu não podia passar um dia sem conhecê-la. Ainda bem que aprendi a dançar antes de ir procurá-la. Ainda bem que você veio por mim.
Leitura de Julho | 5⭐

Onde comprarAmazon


Comentários
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.

Meu Vício no Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts