Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do Mês

Ver mais...

Resenha | Romance entre Rendas, Série As Modistas Livro 4 de Loretta Chase @EditoraArqueiro

23.2.18

Que lady Clara Fairfax é dona de uma beleza estonteante, Londres inteira já sabe. Mas a fila de pretendentes que bate à porta de sua casa com propostas de casamento já está irritando a jovem.
Cansada de ser vista apenas como um ornamento, Clara decide afastar-se um pouco da alta sociedade e se dedicar à caridade. Um dia, numa visita a uma obra social, ela depara com uma garota em perigo e pede ajuda ao alto, sombrio e enervante advogado Oliver Radford.
Radford sempre foi avesso à nobreza, mas, para sua surpresa, pode vir a se tornar o próximo duque de Malvern. Embora queira manter sua relação com Clara no campo estritamente profissional, aos poucos ele percebe que ela, além de linda, é inteligente, sensível e corajosa.
E quando a perspectiva de casamento se aproxima, tudo o que Radford pode fazer é tentar não perder a cabeça por Clara. Será que a herdeira mais adorada da sociedade e o solteiro menos acessível de Londres serão vítimas de seus próprios desejos?
Em Romance entre rendas, livro que encerra a série As Modistas, Loretta Chase nos brinda com uma história envolvente e cheia de paixão, com personagens fortes e marcantes.
Leitura de Outubro/2017  | 5⭐

Com todas as irmãs Noirot encaminhadas na vida e na carreira, chegou a hora de conhecer a história da Clara, a que eu estava mais ansiosa desde que ela deu as caras no primeiro livro e simplesmente arrasou! Mais uma vez Loretta Chase criou um enredo brilhante! Nada foi como eu esperava e mesmo assim eu não fiquei decepcionada.

Pelo contrário, o desenvolvimento de toda a trama me impressionou tanto que até escrevendo esta resenha depois de meses que eu li, ainda me pego rindo sozinha da genialidade da autora. Além dos diálogos excepcionais que viraram uma marca registrada nesta série, várias situações foram inovadoras, nem sei se posso explicar isto sem soltar spoilers, então, se não quiserem mais ler daqui para frente por este motivo eu já aviso que ele mereceu cada uma das cinco estrelas que eu dei.

Sua beleza a cercava como um grande muro de pedra. Os homens não conseguiam ver dentro dela. Isso acontecia porque os homens só olhavam para as mulheres. Eles não as escutavam. Principalmente quando eram tão lindas. Quando as mulheres belas falavam, os homens apenas fingiam que as ouviam. Afinal de contas, todos sabiam que, na verdade, as mulheres não tinham cérebro.

Clara é considerada uma das mais lindas damas da sociedade e está acostumada a receber propostas de casamento de homens que só estão interessados em sua aparência ou no seu dote, tanto que no segundo livro da série ela se meteu em um escândalo justamente por causa disto. Como tantas outras damas, ela ampara a Sociedade das Costureiras e ao tentar ajudar a recuperar o irmão de uma destas costureiras, pois fica comovida com o drama da menina, ela acaba tendo que envolver um advogado na questão. Acontece que uma dama bem nascida nem sequer fala com advogados, quanto mais se envolve com eles. Naquela época eles eram considerados basicamente a ralé da ralé.

Como era possível que o Corvo Radford, entre todos os homens, tivesse ao seu lado uma deusa?

Radford, com seus espessos cabelos negros e seus penetrantes olhos cinzentos, foi apelidado de “Corvo” na infância. Ele é um advogado que gosta de resolver enigmas. Quanto mais complicados, melhor. E o que poderia ser mais complicado do que representar uma dama disfarçada que para piorar as coisas faz parte do seu passado e ainda exerce um fascínio sobre ele? 

Oi? Como assim eles já se conheciam? Sim. O prólogo narra uma briga que envolve Radford, Clara e o primo odioso de Radford chamado Bernard. Isto gerou uma marca literal e metafórica na vida dos dois. Na época Radford tinha 10 anos e Clara 5.

Permanecer no controle quando Clara estava perto? Impossível.

Passados 18 anos os dois se encontram novamente em uma circunstância inusitada. Radford continua odiando seu primo Bernard que atualmente é um duque irresponsável. Já ele é bem sucedido na profissão e não reconhece Clara imediatamente. Assim que isto acontece e juntos eles se aventuram em situações perigosas a fim de salvar o tal irmão da costureira, ele sente a atração crescer mais e mais e já coloca na cabeça que não é homem pra ela que ela deve ficar longe dele porque merece uma vida melhor e coisa tal. Até aí tudo normal né? 

O mundo era escuro, quente, pleno do perfume e do sabor daquela, sua linda menina. A garota mais bonita do mundo, que pertencia a ele.

A mãe da Clara a educou para se casar com um duque e não admitia nada inferior para a filha. Quando a situação converge para que Clara se case com Bernard que perdeu a esposa e precisa de um herdeiro, Radford resolve entrar em ação. Ele não pode imaginar a sua Clara se casando com outro, ainda mais este outro sendo seu primo. 

Se você deve desperdiçar sua vida ao lado de alguém, Clara, então deixe que seja ao meu lado. É essa a sua ideia de um pedido de casamento? Jamais ouvi algo tão pouco romântico em minha vida.

Como mostrar para os pais da Clara que ele é digno dela? Ora, ele é um advogado e como tal vai defender a sua causa como um argumentador profissional que é. As cenas em que a Clara age como testemunha de defesa dela mesma são tão perfeitas que chegam a ser hilárias. Imaginem a situação: Radford e Clara de um lado no tribunal defendendo o direito de se casar e do outro os pais dela que são contra. Sensacional! 

Mas como eu já citei antes, Bernard é o atual duque e se ele morrer o pai de Radford se torna o próximo na fila a herdar o título. O pai de Radford tem 80 anos e uma saúde precária, sendo assim, quem vocês acham que herdam o título???... Exatamente! 

Não falei que esta autora deu um show neste livro? Queria entrar na história para ver a cara da mãe da Clara assim que recebeu a notícia. Impagável!


Tantas pessoas queriam matá-lo, mas ela é quem conseguiria.
De um excêntrico advogado para um futuro duque? Quem diria não é? Entre perseguições e tentativas de assassinato contra Radford que tem um grande inimigo e as mudanças na vida do casal com esta nova condição social, vocês podem esperar cenas quentes e muito românticas. Radford apaixonado é puro amor. A noite de núpcias foi magnífica! E Radford chamando a Clara de "minha menina"? Ah! Muitos suspiros!! Para completar ainda mais este espetáculo de enredo quem tem um baile de debutante é o mocinho. Gente vocês precisam ler! O final é emocionante. Lindo demais! Amei!


Comentários
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

submarino.com.br Leia mais de 4 milhões de livros no seu e-book. Os melhores e-books do mundo estão aqui americanas.com.br
Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts