Resenha | A Escolha, Série A Seleção Livro 3 de Kiera Cass @EditoraSeguinte


America era a candidata mais improvável da Seleção: se inscreveu por insistência da mãe e aceitou participar da competição só para se afastar de Aspen, um garoto que partira seu coração. Ao conhecer melhor o príncipe, porém, surgiu uma amizade que logo se transformou em algo mais… No entanto, toda vez que Maxon parecia estar certo de que escolheria America, algum obstáculo fazia os dois se afastarem. Um desses obstáculos era Aspen, que passou a ocupar o posto de guarda no palácio e estava decidido a reconquistar a namorada. Em encontros proibidos, ele a reconfortava em meio àquele mundo de luxos e rivalidades. Com essas idas e vindas,
America perdeu um pouco de espaço no coração do príncipe, lugar que foi prontamente ocupado por outra concorrente. Para completar, o rei odiava America e a considerava a pior opção para o filho. Assim, tentava sabotar a relação dos dois, inventando mentiras e colocando a garota em prova a todo instante. Agora, para conseguir o que deseja, America precisa cortar os laços com Aspen, conquistar o povo de Illéa e conseguir novos aliados políticos. Mas tudo pode sair do controle quando ela começa a questionar o sistema de castas e a estratégia usada para lidar com os ataques rebeldes.

Eu demorei para postar esta resenha né? Nem sei porque, já que com base no que vocês leram nas resenhas dos livros anteriores já perceberam que para mim esta série foi uma decepção. O que acontece com a família da América neste volume é tremendamente injusto, para mim tudo aquilo foi totalmente desnecessário. O fato de que chegamos quase ao final desta história sem que o Maxon soubesse quem era o Aspen realmente me deixou tão frustrada que eu quase chorei e joguei este livro na parede. E o modo como ele finalmente descobriu? Foi terrível!!! 

O final do livro então foi um fiasco!! Super corrido e com reviravoltas que me deixaram chocadas e revoltadas. Não sei como a autora conseguiu estragar uma história que tinha tudo para ser incrível. A América começou bem, o primeiro livro foi o melhor de todos, mas a teimosia dela era tão grande que beirava a burrice. O Aspen foi o único personagem que se salvou nos três livros, foi para ele que eu torci e o final dele foi mais do que merecido. Esta é uma série que só vou manter mesmo na estante por causa das capas, somente por este motivo eu fico com dó de me desfazer destes livros, mas não pretendo de jeito nenhum ler as sequências. 

Comente com o Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer esta solicitação. Comentários deste tipo serão excluídos.