Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do mês

Ver mais...

Resenha | Três Vezes Nós de Laura Barnett @novo_conceito

29.10.16


Uma jovem mulher com uma bicicleta quebrada após desviar de um cão. Um homem que ela poderia facilmente ter deixado passar, sem parar, levando consigo uma vida inteira, uma vida que poderia nunca ter sido dela. Eva Edelstein está no segundo ano do curso de Inglês na Universidade de Cambridge. Ela namora David Katz, estudante e aspirante a ator. A vida de Eva parece bem encaminhada, quando, no campus da universidade, ela conhece acidentalmente Jim Taylor, estudante frustrado de direito. Há três versões, três realidades diferentes para o futuro de Eva e Jim, dos anos 1950 até os dias atuais. Se o nosso futuro é uma encruzilhada, gostaríamos de saber qual caminho seguir? E depois, ficaríamos felizes com a nossa escolha? Três vidas. Três histórias. Três destinos... permeados com traições e ambições, mas também com amor e arte.
Três vezes nós explora a ideia de que há momentos em nossas vidas que poderiam ter sido diferentes e como pequenos fatos ou decisões que tomamos podem determinar o rumo da nossa vida para sempre.

“Três vezes Nós” como o nome já indica, vai contar as três versões da história de Eva e Jim. Tudo começa quando eles ainda estão na universidade. Na primeira versão, os dois são comprometidos, Eva cai da sua bicicleta, Jim a ajuda e a partir dai eles iniciam um relacionamento após terminarem o que já tinham. Na segunda versão, acontece o mesmo acidente, só que os dois não se conhecem, Eva fica noiva e Jim continua com seus estudos. Na terceira versão, os dois ficam juntos após o incidente da bicicleta, até que um acontecimento acaba separando o casal.

Este romance contemporâneo descreve três possíveis vidas dos dois personagens principais juntos ou separados e mostra bem as consequências de cada decisão tomada em algum momento da vida deles. Faz com que o leitor reflita sobre os “e se...” da sua própria vida, com base nas escolhas simples do dia a dia. Nenhuma das versões são perfeitas e o clichê passa longe do enredo.

Eu demorei bastante para concluir esta leitura pelo modo como a história foi escrita. Em um capítulo temos a versão um, no seguinte a versão dois e no próximo a versão três, seguindo desta maneira até o final e passando pelos períodos de 1938 a 2014. Em muitos momentos eu tive que voltar para poder entender o que estava acontecendo porque achei que desta maneira ficou bem confuso. Em minha opinião, esta leitura pode ser tudo, menos fluída. O romance fala de família, amizade e possibilidades, no entanto, não consegui me conectar com os personagens e realmente culpo a narrativa, infelizmente. Quem, ao contrário de mim, não tem problemas em ler um livro desta maneira vai adorar os desafios que Jim e Eva enfrentam ao longo do caminho.

1 comentários:

  1. De fato a leitura é cansativa. Não senti ligação alguma tanto com como os personagens. Parei a leitura na vigésima página. Fiquei decepcionada!!! ������

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer esta solicitação. Comentários deste tipo serão excluídos.

No instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts