Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do mês

Ver mais...

Resenha | DangeRock de M.S. Fayes @EditoraPandorga

11.8.16



Eve McGannon lidera a banda “DangeRock” desde adolescente. Sua voz atrai multidões como um ímã, da mesma forma que sua timidez a impede de confessar seu amor eterno por Brandon Conwell, o guitarrista e amigo de infância que sempre esteve ao seu lado, mas sem nunca percebê-la como mulher.
Quando a banda recebe uma proposta irrecusável, o grupo unido se vê imerso em um turbilhão de sucesso absoluto e suas complicações.
Isso inclui um astro musical que desperta um poderoso sentimento de ciúmes em Brandon, ao mesmo tempo em que tenta fazer Eve abandonar suas desilusões e ir em busca de novos sonhos.
Eles aprenderão que o coração comanda todos os atos dentro e fora do palco.
Basta apenas que sigam os sentimentos através das melodias que eles mesmos entoam.

Amigos há anos, vizinhos, parceiros de aula e de banda. Isto na visão de Brandon, já na de Eve, Brandon é tudo isto e também o grande e único amor da sua vida. Cada vez que ela o vê com uma de suas groupies seu coração é destroçado. Até os fãs quando ela canta diretamente para Brandon no palco conseguem ver o amor brilhando nos olhos dela, no entanto, ele a considera uma irmã. A banda de garagem agora é conhecida nos quatro cantos do país como DangeRock e está fazendo sua primeira turnê. O sucesso é tanto que atrai a atenção de Mitchell Clay, o astro da FunBock. Um roqueiro lindo e charmoso que deixa claro que seu interesse não é apenas em uma canção em dupla com Eve e sim na própria vocalista.
"Era uma sensação nova vestir essa minha faceta mais sexy. Meus garotos sempre me viam como uma menininha. Os fãs me viam como um ser mágico e intocável."
Eve passa a imagem de sedutora para os fãs, se transforma quando está cantando e tem uma voz de anjo, mas na verdade ela se esconde atrás do visual fora de moda e de seus cabelos descoloridos. Protegida pelo seus "três garotos", Malcon nas baquetas, Phil no baixo e Brandon na guitarra, ela acaba chocando todos eles quando decide que quer aproveitar mais a vida como eles fazem depois de cada show.
"Eu havia esperado pelo amor impossível. Havia deixado que minha sexualidade ficasse trancafiada até que Brandon se tocasse e acordasse para a vida. Estava mais do que na hora de eu acordar."
É claro que Brandon não gosta nada da atenção exagerada que Mitchel dispensa a Eve e ela precisa se declarar abertamente para que ele caia na real. Mitchel também não facilita, além de não aceitar que Eve não queira nada com ele porque ele é "o cara", sua obsessão por ela começa a causar muito estresse. Ele posa de amigo e conselheiro dela por saber da sua paixão não correspondida, mas na verdade quer que a parceria com ela seja também fora do palco. O desejo de Eve é ver a banda sendo aclamada por onde passar e vai descobrir que talvez o preço a se pagar por isso seja alto demais.

Eu particularmente gostei muito mais do relacionamento e dos diálogos dela com seus companheiros de banda do que do romance do casal em si. Achei o máximo o tempo que eles passavam dentro do ônibus, o fato de Eve ser tão talentosa e a única mulher na banda. Poderosa!!! Comovente como ela era tão amada e querida. O livro tem os pontos de vista intercalados entre Eve, Brandon e Mitchell, mas não se desesperem como eu no inicio, pois não há nenhum triângulo amoroso na trama. Ufa!!


"Meus amigos apoiariam qualquer tentativa que eu fizesse para ter de volta o coração de Eve, que sempre pertenceu a mim. Eu só não havia me dado conta daquilo."
Apesar de Eve ser muito jovem e ainda assim saber o que queria quando o assunto era a sua carreira, eu esperava mais dela, uma atitude mais durona, mais roqueira e firme, porém, em muitas cenas ela se mostrou ingênua, infantil e sentimental demais, deu vontade de entrar no livro e sacudi-la. Brandon também teve atitudes que me decepcionaram, faltou confiança e tato para lidar com as situações e nem sempre ele tomou as melhores decisões. Haviam muitas questões que tornaram a relação difícil, mas no final eles conseguiram se acertar e formaram um casal fofo! Espero que a autora escreva as histórias de Phil e Malcon. Eles são simplesmente apaixonantes e foram essenciais na hora de tornar este romance tão cativante. Um leitura rápida, engraçada e deliciosa que também contou com alguns momentos de tensão. Quem pode resistir a um livro quando tem roqueiros envolvidos? Eu definitivamente não.


Comentários
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts