Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do mês

Ver mais...

A Menina que engoliu o sapo de Dilma Bittencourt @EditoraTopBooks

26.8.16


Neste seu novo livro, DILMA BITTENCOURT faz uma aguda e bela reflexão sobre o tempo através da espera de uma menina por seu pai, que saiu de casa. Como diz no prefácio Clara Acker, doutora em filosofia pela Universidade de Paris IV – Sorbonne: “O tempo se apresenta como um mistério, que só encontra solução na experiência da volta das flores ou na realidade do corpo da menina-sapo, que cresce com a ausência do pai. A menina que engoliu o sapo de ver seu pai partir, de conviver com uma mãe preconceituosa e amarga, responde ao tempo com um saber quase oriental, taoista: fora e dentro são um. O tempo emocional corresponde ao tempo natural”. 
Em linguagem poética, finamente trabalhada, a autora cria um ambiente de emoção e mistério, no qual amadurece a menina protagonista, enquanto, paralelamente, apresenta aos jovens leitores uma ampla gama de termos e expressões mais sofisticados, coisa rara de se ver, nos dias de hoje, em obras de literatura infanto juvenil. 

Na base do enredo, como uma espécie de fundação a sustentar o edifício literário, está a filosofia, pontuando a relação da menina Priscila com cada um dos demais personagens – a mãe, a cozinheira, o padre, e até Deus – e sua procura contínua por um casaco desaparecido, metáfora do abrigo que só o pai poderia proporcionar. Como diz a psicanalista Frinea S. Brandão, ao final de A MENINA QUE ENGOLIU O SAPO, “esperamos que, para sempre, um casaco nos cubra, aconchegue, proteja, enquanto formos meninas, enquanto estivermos meninas...”.

 Sinopse
— Eis aqui uma comovente história infanto juvenil sobre a passagem do tempo: quando seu pai sai de casa, tudo ganha o cinzento do inverno, que traz o senti-mento da ausência e da solidão, da incompreensão e da amargura. Mas a menina, protagonista desse conto lírico, amadurece com suas lembranças e expectativas, floresce aos poucos, junto com a primavera, e finalmente se firma com a certeza do retorno do pai, na chegada do verão. De capa dura, com mais de 30 belas ilustrações coloridas de Miriam Lerner, que também assina a capa e o projeto gráfico, este livro, além de ser um libelo contra o preconceito, é também um projeto ambicioso de levar aos jovens leitores uma narrativa poética e sofisticada, que conduz ao aprimoramento do vocabulário. Com prefácio de Clara Acker, doutora em filosofia pela Universidade de Paris IV/Sorbonne, e uma Carta ao Leitor, ao final, assinada pela psicóloga clínica e psicanalista Frinea S. Brandão.

Onde Comprar: Cultura Travessa Amazon


Comentários
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts