Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do Mês

Ver mais...

Resenha | Para Sir Philip,Com Amor - Os Bridgertons Livro 5 de Julia Quinn @EditoraArqueiro

3.5.16


"Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar? Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços. Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro. "
Eu me tornei uma grande fã da Julia Quinn este ano e estou adorando o seu estilo de escrita, pelo menos no que diz respeito a esta série. Não sei mais o que falar desta família maravilhosa neste momento. Os enredos são inteligentes e cheios de humor. Phillip é um personagem apaixonante, mesmo com todos os seus defeitos e problemas. No começo ele parece ser estranho e rabugento, contudo percebemos que ele tem seus motivos para isso.

A história começa quando Eloise escreve para o viúvo de sua prima distante para prestar as devidas condolências. Eloise sempre foi uma apaixonada por expressar seus sentimentos através das cartas e após um ano se correspondendo com Philip, ela recebe um pedido de casamento inesperado. Aos 28 anos e após o casamento de sua melhor amiga Penelope, ela está se sentindo solitária. Está feliz pela amiga é claro, mas a solteirice está começando a incomodá-la agora que não terá mais ninguém para lhe fazer companhia. Com isto, ela decide fugir para a propriedade rural onde Philip mora para conhecê-lo melhor e saber se ele dará um bom marido. Uma loucura, visto que ela vai sem nenhuma acompanhante e sem dizer nem a própria mãe o seu destino.

Sir Phillip se surpreende com a sua chegada e depois de alguns momentos com ela, percebe que Eloise será uma excelente esposa e mãe de seus filhos. O que ele esqueceu de mencionar, é que seus dois filhos são totalmente indisciplinados, e ela logo descobre que se trata de uma forma que eles arrumaram para chamar a atenção. Demora um pouco, ela sofre com algumas das travessuras deles, mas acaba ganhando a confiança e se tornando uma boa influência na vida destas crianças. Ela tenta de todas as maneiras aproximar este pai tão distante e sério dos seus filhos e fazer com que eles se comportem como uma verdadeira família.

Por isso este enredo foi tão especial e diferente. O quinto livro da série não brilhou como os anteriores, no entanto, Julia Quinn sabe explorar este lado familiar e apesar desta ser uma história mais angustiante por mostrar como este homem sofreu e ainda sofre para se tornar um bom pai, o relacionamento entre Phillip e Eloise é tão comovente, doce e romântico que tenho certeza que você vai amar.
"Eles se conheciam sim. Tinham dito mais um ao outro em um ano de correspondências do que muito maridos e esposas durante todo o casamento."
E amei ver mais de Colin, Anthony, Benedict e Gregory aqui. Eles fizeram sua aparição triunfal na casa de Philip a fim de defender a honra da irmã, só que Eloise tem uma língua tão afiada que se torna cômico ver a interação dela com todos eles. Tirando estas cenas hilárias e todas as outras que incluíam o Colin (é óbvio), aqui você acompanha uma trama mais tensa. Phillip era um homem amargurado e estava vivendo como um monge antes de Eloise chegar. Não é para menos, sua esposa sofria de depressão e tentou o suicídio. Antes mesmo dela morrer, o casamento já não existia e agora, sem a mãe, seus filhos são incontroláveis e ele não sabe como agir. Devido aos abusos que sofreu nas mãos do pai, seu medo é que ele se torne aquele mesmo homem com seus próprios filhos e por isso ele se controla.

O que me incomodou, é que ele passou grande parte do livro tentando fugir dos seus problemas, empurrando os mesmos para Eloise como se ela tivesse a obrigação de cuidar de tudo enquanto ele ficava trabalhando na estufa. Os diálogos entre os dois eram difíceis por este motivo, ele fugia e não queria conversar, mesmo assim, Eloise não desistiu dele. Ele merecia que ela insistisse e as demais qualidades que ele vem a revelar, só reforçam que ele é um homem digno de fazer parte da família Bridgerton. O caráter dele está a altura dos irmãos dela, ao passo que Eloise mostra ser uma parceira a altura dele.

Ela é completamente o oposto de Philip, intrometida, falante, animada e impaciente. Uma heroína corajosa, sincera, amorosa, atenciosa, inteligente e engraçada e por isso, exatamente o tipo de esposa e mãe que Sir Phillip precisava. Além do mais, não faltou química para estes dois. Philip não se fez de rogado ao demonstrar como eles se dariam bem juntos como marido e mulher em uma cena carregada de sensualidade. Como sempre, Julia Quinn convence o leitor de que tudo que acontece no começo e no meio, tem um sentido no final. E este final em questão foi extremamente lindo e emocionante. 






Comentários
8 Comentários

8 comentários

  1. Essa série é uma das minhas prediletas. Comecei a ler e já me vi pensando porque esses irmão não são reais kkkk eu trocaria tudo pra viver nessa época e claro, ser mulher de um desses irmãos ne, são apaixonantes. Se fosse para colocar em ordem de preferencia esse seria o último, com certeza não tem o brilho dos outros, mas não deixa de ser uma vela historia. Gosto de Eloise, acho uma moça bem independente e que vai atrás do que quer. Ele é um dos maridos que eu menos gosto. Mas ainda vou ter todos esses lindinhos na minha estante.
    Bom dia !

    ResponderExcluir
  2. Ai que livro maravilhoso 😱😱😱
    Faz um tempo que eu quero começar a acompanhar a série, mas este livro parece que vai ser o que vai mais me agradar de todos!! Mal posso esperar para tê-lo em mãos! :)

    ResponderExcluir
  3. Ri muito com a cena em que os irmão vão defender a honra dela, esse livro tem uma pegada mais tensa por conta do passado dele, mas Júlia é Diva e no seu quinto livro a série ainda tem muito fôlego... Eu amo :)

    ResponderExcluir
  4. Awn, eu adoro esta série e a Julia Quinn arrasa mesmo sem estar escrevendo sobre meus amados Bridgertons. <3

    Também tenho um carinho especial pelo Colin, nesta série, ele é um amor né?!

    Este romance em especial, entre Eloise e Phillip, me encantou demais, afinal ele prova que nunca é tarde para amar, nunca é tarde para se dar uma chance e recomeçar. Mais uma vez a autora me tocou com sua narrativa e continua consagrando-se como uma de minhas autoras favoritas da vida. <3

    Beijos,
    May - http://mayeosvicios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu li esse livro pro evento de romance de época da arqueiro e tenho que dizer que nao foi um livro inesquecível mas trouxe varias risadas para mim pelo menos. Eu também me incomodei com o fato de nosso protagonista estar sempre fugindo das obrigações dele e querendo colocar tudo na costa da menina, pra ele um casamento ideal serie onde de noite eles fizessem os deveres conjugais e de manhã nao importunassem ele. Eu realmente gostei quando no final do livro vimos um visual melhora na interação da família, acho que ele so precisa de uma pessoa que o ajuda-se a guiar as coisas e a Eloise cumpriu seu dever com honras.

    ResponderExcluir
  6. Eu ou suspeita para falar da Julia! Já li todos os livros lançados por ela em inglês mesmo! Amo como ela escreve cada história de maneira única. Concordo de Eloise e Philip se completam e tbm amei o final!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Estou acompanhando essa serie da Julia Quinn e esse é o próximo livro da serie que irei ler, fiquei ainda mais curiosa sobre essa historia, a Eloisa pelo que vi dela nas outras historia realmente tem uma língua bem afiada o que acaba deixa as cenas bem engraçadas e fui curiosa sobre o Philip que parece ser um personagens bem diferente dos que já vimos na serie e esse cenas com os irmãos parece ser bem engraçada !!

    ResponderExcluir
  8. Julia Quinn pra mim é uma das melhores autoras que já li. Sou apaixonada pela série, que me cativou desde o começo, esse livro comparado aos outros foi o que menos gostei, mas ainda assim é incrível!!
    Resenha linda!!
    Bjs

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts