Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do Mês

Ver mais...

Resenha | O Garoto Que Tinha Asas - Trilogia Encantados Livro 2 de Raiza Varella

1.3.16

Feras também amam? Depois do conto de fadas protagonizado por Bárbara e Ian em O garoto dos olhos azuis chegou a hora de conhecermos a história de outro casal encantado. Augusto Bittencourt, vulgo Monstro, é um renomado médico, dono de uma carreira sólida e do hábito de dispensar uma mulher atrás da outra sem piedade. Nunca se apaixonou e não acredita que um dia irá encontrar uma mulher interessante o suficiente para mudar esse fato. Mas o destino parecia pensar diferente e, em uma madrugada fria, ele presencia um terrível acidente de carro e conhece a garota sem nome. Uma garota que há muito tempo não sabe o que é ter um lar, se sentir segura e não precisar fugir de ninguém até que, em meio aos destroços, ela vê alguém correr em sua direção, um garoto que ela poderia jurar ter asas. Embora Augusto esteja muito longe de se parecer com um anjo, acaba por salvar sua vida. Pela primeira vez, o médico de pouco humor e muito caráter terá que enfrentar e ir contra todos seus princípios para cumprir uma promessa que não deveria ter feito e, de quebra, quem sabe, se apaixonar. Em O garoto que tinha asas, vamos descobrir se o príncipe encantado realmente vem montado em um cavalo branco ou se sua cor é o que menos importa em meio a uma singela releitura de A Bela e a Fera.
Olá pessoal, tudo bem? Assim que eu recebi este e-book da autora, a curiosidade sobre o tal Monstro me venceu e acabei, “de novo” furando minha lista de leitura. Não tinha noção do quanto estava com saudades do Ian e da Bárbara. Como foi maravilhoso revê-los! Mais uma vez, fui apresentada ao humor “quase negro” que eu tanto adoro desta mulher! Já no prólogo, vocês vão entender do que estou falando. A Bárbara é muito espontânea, sarcástica e vingativa. Dá um show em todas as cenas em que está presente. Ao mesmo tempo em que eu me pego dando gargalhadas em vários momentos, tanto aqueles envolvendo a própria Bárbara, como toda a sua família esquisita, mas muito unida, eu também me emociono com a sensibilidade que a Raiza sempre coloca no enredo. Como se trata aqui de uma releitura de A Bela e a Fera, o conto de fadas com certeza existe e não vai demorar a te encantar.   

Esta é a história do Augusto, irmão da Bárbara, e apesar de ser uma trama independente, eu aconselho que vocês leiam o primeiro livro da trilogia para poder entender muitos acontecimentos. Não vão se arrepender. Particularmente, “O Garoto dos Olhos Azuis” ainda é o meu preferido. Quem já leu, vai se deliciar com a rotina do casal que está mais feliz e apaixonado do que nunca e também com todos os outros personagens secundários apresentados no livro anterior, já que eles moram praticamente na mesma casa e assistem de camarote as transformações na vida e na personalidade do Augusto.


A protagonista "Sem Nome" e um garotinho chamado Nicholas, chegam para bagunçar, literalmente, a vida do Augusto a partir do momento em que ele salva os dois de um acidente de carro e faz a promessa de protegê-los. Ele é o típico garanhão, tem uma fila de mulheres a disposição e mesmo tendo visto no melhor amigo Ian, um exemplo claro de que amar não envolve laços de sangue, acredita que casar e ter filhos não é para ele. Imagina só como é lindo ver pouco a pouco uma criança quebrando todas as barreiras do coração deste Monstro. Mesmo que tudo isto seja muito fofo, Augusto era um personagem muito real, não tinha muito de príncipe nele é claro e por isso, algumas vezes eu quis esganá-lo. Demorou para que ele conseguisse enxergar que foi fisgado, mas quando isto aconteceu, ele levou tudo até as últimas consequências para provar o seu amor.

A paixão do casal acontece de forma gradativa e todo o mistério envolvendo a vida da protagonista prendeu minha atenção e me deixou apreensiva. Era evidente o seu medo e o quanto ela era quebrada e solitária. A única coisa que ela possuía era o Nick e por ele, era capaz de tudo. Ela inspirava em Augusto e em toda a sua família, um instinto de proteção. Mesmo sem saber quem ela era de verdade e de onde veio, eles a acolheram completamente. Fiquei triste por ela não ter revelado seu verdadeiro nome, isto só aconteceu no final, o que mostrou que ela não confiava plenamente em ninguém a ponto de fazer uma confissão tão simples.

Os pontos de vista são intercalados e o do Ian, em um dos capítulos, só fez com que o amor que eu já sentia por ele aumentasse ainda mais (como se as demais cenas em que ele aparece já não fossem suficiente para isto). A dedicação pelo Augusto e tudo que ele sentiu quando teve que passar novamente por uma situação aterrorizante foi extremamente emocionante. O modo como ele trata os amigos, a filha e a Bárbara é tocante! Não deixa de ser engraçado o medo que ele tem da esposa também diga-se de passagem. Aliás, não só ele, todos temem a Bárbara. É hilário!


Experimentei todas as emoções possíveis durante a leitura e fui envolvida do inicio ao fim pelo romantismo deste livro, pelas cenas de tensão e pelos segredos. Você vai descobrir que não era só a "Sem Nome" que tinha o seu. Vai descobrir também, que a referência feita pela autora sobre A Bela e a Fera vai muito além da sinopse. Não é apenas sobre o "mocinho" ser chamado de Monstro ou Anjo, é mais profundo que isso. O próximo vai contar a história do Gustavo, o outro irmão da Bárbara e já temos uma prévia aqui do quanto ele vai sofrer por causa das suas atitudes. Mal posso esperar!


Comentários
10 Comentários

10 comentários

  1. Já comentei algumas vezes aqui que nunca li um livro sobre contos de fadas, mas... Essa história me chamou atenção. E mesmo não curtindo muito lê sobre o assunto, Bela e a Fera são meus personagens preferidos sobre conto de fadas, então vou começar a lê livros do gênero por esse <3

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia a trilogia, mas achei o enredo interessante Vou esperar para sair o último livro e assim poder ler todos de uma vez. Meu conto de fadas preferido sempre foi A Bela e a fera, por isso qualquer coisa que tenha esta referência me despertará curiosidade.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Diana,legal nesse livro podermos rever Ian e Bárbara.Quero muito conhecer a história de Augusto e da protagonista ´´Sem Nome`` e da Nicholas. Quero saber que últimas consequências serão essas que Augusto levará para provar o seu amor.Gosto da paixão se desenvolvendo gradativamente,que bom que o romantismo da obra tenha te envolvido.Amo A Bela e a Fera,motivo que seria já suficiente para ler a obra.Ansiosa pela continuação a história de Gustavo.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  4. O Garoto dos olhos azuis esta na lista de livros que quero ler já tem um tempo e só ouço coisas boas sobre ele, vou me animar e lê-lo ;)
    Sobre a resenha de O Garoto que tinha asas, me parece ser um bom livro e gostando do primeiro, devo querer ler tudo da autora. As capas são lindas, mas por que sempre tem cavalos? Ótima resenha Diana :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. as duas capas tem relação com o enredo, a segunda é mais uma metáfora na verdade, assim que você ler vai entender. :) são lindos!

      Excluir
  5. Infeliz ainda nem li o primeiro livro, porque sempre passo outras leituras na frente, mas espero que desse ano não passe, pois após ler essa resenha do segundo livro fiquei ainda mais encantada pelos livros dessa autora, o romance abordado no livro e lindo e com certeza vou amar.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, me deixou curiosa e morrendo de vontade de ler esse livro com essa resenha linda, fiquei doida para saber o nome da personagem, que mistérios cercam os personagens, mas principalmente me fascinou saber que é uma releitura do classíco A Bela e a Fera, deve ser espetacular!!!

    ResponderExcluir
  7. Uma das resenhas mais perfeitas. Obrigada Diana por todo o carinho com a minha família maluca. Grande beijo! <3

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Ainda não li o primeiro livro da serie, mas gostei muito da historia e ele está na minha lista de leitura e lendo a resenha desse ele também me conquistou, quero muito conhecer essa família e gostei das referencias a historia da A Bela e a Fera !!

    ResponderExcluir
  9. Olá Diana, tudo bem?
    Estava pesquisando um lance no Google e de repente me deparei com a imagem que você postou no início de sua resenha. Achei tão linda que resolvi conferir a mesma. Menina eu não conheço a autora e nem mesmo a trilogia. Mas, gostei muito da sua resenha e fiquei com muita vontade de ler. Eu acabei de comprar o e-book do primeiro livro e se gostar, compro este também. Valeu pela dica, eu adoro releituras.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts