Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do mês

Ver mais...

Resenha | Duff - Kody Keplinger @GloboAlt

22.2.16

Bianca Piper não é a garota mais bonita da escola, mas tem um grupo leal de amigas, é inteligente e não se importa com o que os outros pensam dela (ou ela acha). Ela também é muito esperta para cair na conversa mole de Wesley Rush — o cara bonito, rico e popular da escola — que a apelida de DUFF, sigla em inglês para Designated Ugly Fat Friend , a menos atraente do seu grupo de amigas.
Porém a vida de Bianca fora da escola não vai bem e, desesperada por uma distração, ela acaba beijando Wesley. Pior de tudo: ela gosta. Como válvula de escape, Bianca se envolve em uma relação de inimizade colorida com ele. Enquanto o mundo ao seu redor começa a desmoronar, Bianca descobre, aterrorizada, que está se apaixonando pelo garoto que ela odiava mais do que tudo.


Olá pessoal, tudo bem? Acredito que todos neste mundo têm um vício para ajudar a camuflar a dor, algo que usam como válvula de escape. Alguns fumam, outros bebem, outros se drogam... e alguns fazem sexo. É isto mesmo. Você leu certo. A protagonista Bianca está lidando com vários problemas. Sua mãe enfim pediu o divórcio depois muito tempo fora de casa e seu pai voltou a beber depois de 18 anos. Ela sente que carrega um fardo grande tentando manter as coisas normais e não sente vontade de se abrir com as melhores amigas naquele momento. 

A questão é que ela quer se “distrair”, quer esquecer, e a melhor forma que ela encontrou foi fazendo sexo sem sentido com Wesley. O cara que ela acha lindo, mas que ela não suporta, que diz coisas desagradáveis, que não pensa em ninguém além dele mesmo, que dorme com qualquer coisa que se mexa e que deixou claro desde o início que ela não faz sequer o seu tipo. O responsável por dar á ela o apelido de Duff, que significa 'Designated Ugly Fat Friend' (A Amiga Designada Gorda e Feia).
“Olha, suas amigas são gatas. E você querida, é uma Duff... ou seja, a amiga feia e gorda... Sem querer ofender, é isto que você é.”
Apesar de todo este cenário que eu narrei acima, Duff é um jovem adulto. As cenas de sexo são sutis, não há nada explícito e também não são o foco da trama. Confesso que a leitura me surpreendeu. A autora criou um enredo clichê, mas que me deixou instantaneamente viciada e apaixonada pelos personagens. Por trás da fama de Wesley, percebe-se que há algo errado. Fica claro que ele não estava com a Bianca simplesmente por causa de uma transa fácil. Ele era engraçado, arrogante, convencido, no entanto o fato dele também ter seus problemas para lidar assim como todo mundo era evidente. Como eu mencionei, cada um lida com as suas questões de uma forma diferente. Mesmo sem saber exatamente o porquê de estar sendo usado para “distração”, ele entendia a sensação de ser abandonado, entendia as ofensas e entendia a Bianca.


"... eu sabia que ele era um babaca. Eu só queria o corpo dele. Sem compromisso. Sem sentimento... Aquilo me tornava uma viciada e uma vadia?"

Bianca era uma personagem incrível, não se deixava intimidar por Wesley como as outras meninas e respondia á ele com o mesmo sarcasmo e com a mesma agressividade. Mesmo com as inseguranças normais da idade e sobre ter sido apelidada de a menos atraente do grupo, ela conseguia enxergar algumas vezes o lado positivo disto, como por exemplo, não ter que se preocupar com cabelo e maquiagem ou com a pressão de ser descolada. Bianca cresceu muito conforme os acontecimentos se desenrolavam, entendeu os motivos da mãe e consolidou a relação com o pai de uma forma emocionante. Sua amizade com Casey e Jessica era sólida e muito linda, mesmo que no começo ela tenha mantido o relacionamento com Wesley em segredo. Nunca, em nenhum momento, elas consideravam que a Bianca era um ou agia como uma Duff, pelo contrário, elas se colocaram neste papel em diversas situações.


As cenas de ciúme de Wesley e a sua declaração de amor foram fofas. Wesley foi corajoso em assumir seus sentimentos primeiro e Bianca foi extremamente teimosa quando não admitia sem para si mesma os seus. Kody escreveu para adolescentes e sobre adolescentes, mostrou que todos nós podemos ser uma "DUFF" em algum momento, mostrou as atitudes egoístas e os erros que a maioria comete nesta fase. O maior deles foi que Wesley não tinha noção de como magoava Bianca com este apelido idiota. Uma história maravilhosa, isto principalmente se levarmos em consideração que quando a autora escreveu este livro ela tinha apenas 17 anos. Impressionante! Talvez por isso o enredo seja tão realista e profundo. Entretanto, o final me deixou um pouco frustrada. Precisava ser mais desenvolvido. Acabou de forma abrupta. Eu precisava de mais.


Compare & Compre

As fotos são do filme, e embora o livro, no qual o longa é baseado, e o filme compartilhem o mesmo nome, seus enredos são completamente diferentes. 

 Saiba +




Comentários
7 Comentários

7 comentários

  1. Livros que retratam histórias ainda no colégio, onde tem aquela coisa de ser popular, e você acaba se apaixonando pelo garoto mais bonito da escola sempre me atraiu desde que eu era adolescente, esse era meu tema preferido na hora de escolher os filmes, e por isso quero muito ler esse livro, gostei bastante.

    ResponderExcluir
  2. Diana,quero muito ler esse livro.Amei a premissa.E quero acompanhar a história de Bianca (DUFF)e Wesley.A Bianca parece ser uma personagem bem sofrida e cheia de problemas ao seu redor.Amei saber que o enredo é clichê.Fiquei curiosa para ler as cenas de ciúme de Wesley e a sua declaração de amor,ambas fofas.Pena o final ser abrupto.Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  3. Eu quero muito esse livro, e principalmente o marcador dele, que, vamos combinar, é a coisa mais linda! Sua resenha ficou muito boa, parabéns!

    Beijos,
    Leia a resenha de "Lugares Distantes"

    ResponderExcluir
  4. Meu nível de curiosidade está no limite máximo. O que acontece nesse final? Gostei muito da sinopse e principalmente da resenha, já te disse o quanto tu és boa escrevendo, vou por mais um livro na lista <3

    ResponderExcluir
  5. Tenho visto sobre esse livro em vário lugares, e preciso admitir que ele não me chama muita atenção, mas o marcador de página dele, poxa vida, é a coisa mais gracinha! hahah

    http://magoevidro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Minha amiga me disse que esse livro é ótimo, quero ler os momentos fofo e de ciúmes do Wesley. Ansiosa pra ler!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Assistir o filme e tinha visto falar que o livro é totalmente diferente e lendo a resenha deu para ver mesmo que é totalmente diferente o que só me deixou com mais curiosidade para ler !!

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts