Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do Mês

Ver mais...

Resenha | Vick - Anne Amorin @PlanetaLiterario

15.11.15

Eu me chamo Vick. Não sei quem eu sou. Não conheço o meu passado, meu presente é horrível, e meu futuro é incerto.
Vick não se lembra de como foi parar na casa de Ivan. Seu passado, quem ela é ou qual é a sua família são incógnitas.
A única coisa que tem certeza é de que seu presente é insuportável demais. Ela odeia o toque de Ivan e as coisas que é obrigada a fazer para continuar vivendo.
A sua única solução é fugir. Mas, para aonde?
Vick não tem dinheiro e não conhece ninguém que possa lhe ajudar. Mas qualquer coisa é melhor do que continuar no único lugar que ela conhece.
Ela irá atrás de uma vida melhor e quem sabe encontrar o seu passado para tentar ter um futuro.
Será possível escapar de Ivan?
Conheça a história da Vick. Uma menina sem passado, com um presente cheio de monstros e um futuro incerto.

Olá pessoal, tudo bem? Hoje trago mais uma resenha nacional. Apesar da capa não denotar, este livro tem conteúdo adulto e cenas fortes. Estava ao mesmo tempo curiosa e apreensiva para conhecer esta história e confesso que estou de ressaca até agora. Infelizmente não é uma ressaca muito positiva neste caso já que  as cenas de violência não saem da minha cabeça e eu me decepcionei um pouco no decorrer da trama.

A narração desde o primeiro capítulo é chocante. Se você tiver o estômago fraco pense duas vezes antes de ler. Vick, como é chamada, conta tudo que acontece com ela a partir dos dez anos de idade. Na verdade, o pesadelo começa quando ela tem três anos e foi sequestrada na porta de casa. Até os dez anos ela vive uma vida quase normal para uma criança e a partir dos onze começam os abusos físicos e psicológicos. Aos doze começam as violências sexuais contra ela, na maioria das ocasiões por dois homens ao mesmo tempo, Ivan e seu pai Joaquim.

Tudo é narrado em detalhes e como um acidente de trem você não consegue parar de ver o desenrolar dos acontecimentos. Fui dormir ás 4 da manhã porque não conseguia parar de ler. É revoltante, doloroso, nojento e extremamente cruel. Ás vezes ela passa longos períodos de tempo dentro de um porão, sem ver a luz do sol, sem água e comida. Não conhece ninguém além dos seus captores que fizeram com que ela acreditasse que são sua verdadeira família e que a dela a jogou fora. 

Vivendo todo tipo de tortura, ela sempre tenta achar um modo de escapar. Consegue isso ao completar dezoito anos e é impossível não se emocionar quando ela começa a realmente conhecer o mundo. Vai trabalhar em um restaurante, faz amizades, conhece Will que fica cativado por sua beleza e pureza e toma para si a missão de protegê-la. Sem saber, Vick está onde ela nunca deveria ter saído e até aí estava indo tudo muito bem...

Eu já sabia quando comecei a ler que se tratava de uma menina que viveu 15 anos em cativeiro e por isso demorei um pouco para pegar este livro na estante depois que recebi em parceria com a editora. Entendi que o intuito da autora era passar a realidade nua e crua das violações que a protagonista sofria em um enredo denso e pesado, mas isto acabou se perdendo no meio do caminho.

Vick se apaixona a primeira vista por Will que é um homem maravilhoso com ela, a declaração de amor é feita em dois dias e eu acho que ela merecia um amor mais forte e mais romântico depois de viver situações tão humilhantes e indignas até para um animal. O romance também focou muito na parte sexual do casal, o que achei forçado, não cabia um romance hot neste livro. Em muitas cenas onde deveria haver mais emoção, tudo é muito frio e apesar de gostar muito do modo como foi desenvolvida a personalidade da Vick em que ela se comporta de maneira quase infantil e arranca algumas risadas com isso, outras atitudes dela destoaram totalmente do tema que estava sendo abordado, mesmo que a gente saiba que é apenas ficção.

Eu não sou psicóloga, mas acredito que quando uma mulher passa por tantos abusos seja por minutos ou por anos, a última coisa que vai passar por sua cabeça é se relacionar com outro homem novamente, vai demorar para que ela confie nas pessoas e perca os traumas. No entanto, aqui aconteceu tudo muito rápido, de maneira até relâmpago digamos assim e foi isso que para mim tirou a veracidade deste drama. O livro tem 178 páginas e com isto você já pode perceber que não houve uma construção mais detalhada da história, o que foi uma pena.

Na sua maior parte ele é narrado por Vick, mas há também o ponto de vista de quase todos os personagens, inclusive do Ivan, que literalmente deixa o leitor indignado e com ânsia de vômito com sua mente doentia. No final, um erro gravíssimo, creio que na hora da revisão, me deixou bem frustrada com o rumo da história e infelizmente não posso revelar mais ou vou dar spoiler. Já a capa tem tudo a ver com o enredo e a diagramação está linda! Mesmo com alguns pontos que deixaram a desejar, creio que consegui pelo menos atiçar a curiosidade de muitos que vão ler esta minha opinião. Fica a dica se você acha que vale a pena dar uma chance para o livro.


Onde Comprar: Físico | E-book



Comentários
5 Comentários

5 comentários

  1. Oiiê
    Nossa, o livro é surpreendente, acho que eu conseguiria ler ele, apesar de sua advertência de estomago fraco, rsrs, O livro vai citar pontos bem legais que realmente vai fazer qualquer um querer saber o futuro dessa Garota, vou adicionar a minha lista
    Vlw

    ResponderExcluir
  2. Já li um livro que relata abuso físico, e foi um dos meus preferidos, não sei se você já leu, Uma Razão Para Respirar, e para mim a autora conseguiu aborda de uma maneira muito real esse tipo de problema, porém nessa sua resenha deu para perceber que a história ficou bem superficial, não mostrou tanto a realidade, e acho que o que acabou fazendo com que eu não queira ler o livro, mas a história poderia ter sido muito bem aproveitada, já que e um tema muito delicado.

    ResponderExcluir
  3. Ok, eu definitivamente não tenho o desejo de ler esse livro, eu quando leio livros com esse tipo de enredo eu sofro muito com os personagens e livros assim tendem a me deixar muito pra baixo e eu não gosto de como sinto ao ler cenas de abusos, me sinto mal e tenho vontade de chorar, mesmo que a escritora pareça ter se perdido no meio do caminho.

    ResponderExcluir
  4. Oie
    É uma pena que o livro de essa derrapada no desenvolvimento por que pelo visto tinha tudo pra ser um ótimo drama e claro ter mais páginas.Também concordo com você,se ela ficou todo esse tempo sendo abusada seria difícil pra ele se entregar assim tão facilmente sem ter uma confiança solida primeiro.Pela temática e pelas cenas mais fortes esse é um livro que eu não tenho muita curiosidade em ler,quem sabe se você melhor desenvolvido eu gostasse.

    ResponderExcluir
  5. Diana!
    Difícil abordar tanto sofrimento e temas tão fortes em um livro, fato é que ele é bem interessante, apesar do drama e sofrimento da protagonista.
    “Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação.” (Charles Chaplin)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts