Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do Mês

Ver mais...

Resenha | Perdão Mortal - O Clã das Freiras Assassinas, Livro 1 - Robin LaFevers @VREditorasBR

20.11.15

Por que ser uma ovelha, quando você pode ser o lobo?
Ismae Rienne, dezessete anos, escapa da brutalidade de um casamento arranjado no santuário do convento de São Mortain, onde as irmãs ainda servem deuses antigos.
Lá ela aprende que o deus da Morte abençoou-a com perigosos dons e um violento destino.
Se ela optar por ficar no convento, será treinada como uma assassina e servirá a Morte.
Para reclamar sua nova vida, deve destruir a vida de outros.
A mais importante atribuição de Ismae leva-a direto para o tribunal superior da Bretanha—onde se encontra terrivelmente sob preparada não só para os jogos mortais de intriga e traição, mas pelas impossíveis escolhas que deve fazer.
Como entregar a vingança da Morte em cima de um alvo que, contra sua vontade, roubou seu coração?
Ismae sempre foi indesejada. Sua mãe tentou impedir seu nascimento com veneno, então ela nasce com uma marca que deixa claro que ela é a Filha da Morte. Sofre diversos abusos até ser vendida para um homem asqueroso que prova no dia do casamento que não vai agir diferente com ela.

Resgatada por um padre, ela é levada até um convento e é treinada pela igreja para fazer a obra do Deus da Morte. Aos poucos ela conquista a confiança de seus mentores e finalmente após três anos lhe é atribuída uma grande missão. Para ser uma assassina e saber se defender, ela aprende diversas técnicas, entre elas a habilidade com facas, venenos, lutas e a arte da sedução, ou seja, todos os talentos a serviço de St. Mortain. 

Ismae conhece Gavriel Duval em sua primeira missão e ele não fica satisfeito com suas ações e os métodos do convento. Ele também está tentando proteger a duquesa e sente que estão atrapalhando isto. A segunda missão de Ismae é manter a duquesa da Bretanha protegida, então ela deve fazer o papel de amante de Duval para poder descobrir se os empregados da duquesa são fiéis à ela.

Ambos desconfiam o tempo todo um do outro. A devoção de Ismae ao convento é clara e ela não questiona o certo ou errado sobre as ordens das freiras.  Fica claro que ela irá se apaixonar por Duval, pois juntos eles vão tentar de tudo para salvar seu país e a duquesa. Sua gratidão as freiras acaba gerando um conflito de interesses em um determinado momento e ela terá que fazer uma escolha crucial entre a igreja e o homem que ama. 

A história prendeu a minha atenção pela curiosidade em saber do que se tratava “freiras assassinas”. Eu comecei a torcer muito pelo casal e queria descobrir que lado ela iria escolher. O romance não satisfaz uma romântica incurável como eu, no entanto eu gostei muito. O enredo é interessante, diferente e muito bem escrito. Ismae é uma protagonista forte, teimosa e surpreendentemente corajosa. Toda a trama se passa no ano de 1485, onde a França luta para ganhar a Bretanha e são tratadas questões complexas e políticas em uma linguagem de fácil entendimento.


Perdão Mortal mescla mistério, aventura, romance, drama politico, várias intrigas, reviravoltas e surpresas. A capa é linda e aveludada, possui 404 páginas e eu recomendo para quem gosta de heroínas destemidas e mocinhos de gênio forte. Primeiro livro da trilogia onde cada um deles gira em torno de uma assassina. Os próximos serão narrados pelas melhores amigas de Ismae, Sybella e Annith, respectivamente e espero poder ver mais do casal nas continuações.


Comentários
6 Comentários

6 comentários

  1. Oi
    eu sou louco para ler esse livro, eu já sabia mais ou menos como era ele. Eu acho que nunca li livros nessa pegada assim, mas achei bacana! O fato dela ter sido quase morta pela propiá mãe, deixo eu com mais curiosidade para saber sobre o sofrimento que é a vida dessa garota, Adorei essa capa 😂
    Abçs

    ResponderExcluir
  2. oii!!
    Amei a resenha, querendo muito ler o livro!
    gostei o romance do casal parece não ser o ponto alto do livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Apesar de já ter visto esse livro várias vezes, não sabia muito do que se tratava, a história parece ser bem legal, porém a trama achei bem confusa, e isso fez com que eu não tenho interesse na leitura, não por enquanto, quem sabe mais para frente resolvo mudar de ideia.

    ResponderExcluir
  4. Eita que eu sou uma romântica incurável também e já tava vendo o romance, uma pena que não tem um romance tão profundo mas só o enredo em si faz valer muito a pena o livro. Cara eu simplesmente fiquei loca pra ler esse livro, já até tirei print do livro. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  5. Diana!
    O que mais gostei foi do enredo diferenciado, porque vamos e convenhamos, freiras assassinas não são nada comuns.
    E saber que tem um romance, daí me conquistou totalmente, porque amo romances, ainda mais quando há conflitos de interesse.
    “Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação.” (Charles Chaplin)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie
    Eu não conhecia essa série mas achei super interessante e não consigo nem imaginar uma história que se passe em 1485 não estou acostumada a ler nada ambientada nessa época.Fique bastante curiosa pra conhecer mais sobre essas assassinas assim como descobrir outras coisas sobre o passado e presente da Ismae.Com certeza um livro que merece ser lido.

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts