Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do Mês

Ver mais...

Resenha | A Educação de Sebastian - Jane Harvey Berrick @NovoSeculo

23.11.15

Presa num casamento frio e sem paixão, Caroline Wilson, de 30 anos, muda-se para San Diego depois que seu marido militar é promovido.
Sentindo-se perdida e sozinha, Caroline reencontra uma antiga amizade: Sebastian, que ela conhecera ainda menino, um jovem inteligente e sensível, com pais alcoólatras e violentos. Sebastian, agora com 17 anos, tem mais do que apenas amizade em sua mente.
Juntos, experimentam o despertar de uma paixão intensa e arrebatadora.
Mas esse romance proibido pode ameaçar a vida de ambos.





Olá pessoal, tudo bem? Esta foi uma leitura cheia de altos e baixos que fez meu coração disparar várias vezes. Estou ainda de ressaca, me recuperando do tremendo suspense no qual ele termina e que me fez definitivamente ansiar pela sequência. Antes de tudo quero ressaltar que não existe um triângulo amoroso neste romance. Caroline não era apaixonada pelo marido e seu marido não luta por ela. Caroline e Sebastian foram extraordinários!! Tão extraordinários, que a idade realmente não importava. O livro também não focou apenas nos detalhes sexuais, foi muito mais que isso.

Caroline se casou aos 19 anos e desde então viveu infeliz em um relacionamento de fachada, sem amor e sem emoção. Quando ela se envolve com Sebastian aos 30 anos, o casamento de 11 anos já está mais do que desgastado e o marido se comporta a cada dia de maneira mais e mais desprezível. No caso dela o assédio é moral. Ele é um médico militar e dá muita importância para as aparências. O que ele quer é uma mulher para exibir nas ocasiões formais, uma que prepare sua comida preferida e que ela esteja pronta e fresca quando ele retorna do trabalho, que mantenha a casa impecável, seu uniforme perfeitamente passado e chega ao ponto de decidir até o que ela deve vestir.

Ela acredita que Sebastian já tenha 18 anos, mas, na verdade, ainda faltam quatro meses para isto acontecer e por isso eles planejam esperar este tempo para assumir o relacionamento, visto que ela pode ser presa por infringir a lei. Ao se apaixonar por ele, Caroline se sente viva. Mesmo que ela seja mais velha que ele, houve momentos em que ele se comportava de forma muito mais madura. Pela primeira vez Caroline era amada por quem ela era, pela primeira vez alguém olhou para ela de verdade e ser desejada, ter alguém ao seu lado que se importava com seu prazer, trouxe para ela uma nova visão de si mesma.

Sebastian seguiu seu coração o tempo todo, nunca passou pela cabeça dele desistir. Impossível não se apaixonar por ele desde o primeiro momento, principalmente quando ele era tão doce e tão honesto ao se empenhar em planejar um futuro que não conseguia visualizar sem ela. Ele ama verdadeiramente e não admite que este amor seja questionado. Também não tenta ser o que não é, não tenta agir como um homem mais velho para impressionar, ele amava Caroline a tal ponto que estava disposto a fazer tudo por ela, não importando as consequências. Um personagem lindo por dentro e por fora e a autora foi brilhante em não deixar dúvidas de que o amor entre eles era verdadeiro e real.

A relação dos dois é intensa, cheia de química e angústia. Cada dia que passava, eles estavam cada vez mais envolvidos e o amor proibido trouxe um suspense em todos os encontros já que nem sempre eles eram cuidadosos e poderiam ser flagrados por qualquer pessoa. Apesar do medo que eu sentia disto acontecer e mesmo que eu já sabia antes de ler que o livro não tinha um final definido, a conexão do casal era tão incrível e tão linda que eu não conseguia parar de ler. Foi muito doloroso ver como eles mereciam ser felizes e sofreram tanto por não poderem estar juntos. 


Caroline se comportava como um capacho do marido e isto me irritou. Me irritou também a demora dela em colocar fim a um casamento que nem deveria ter acontecido. Muita mulher vai se identificar com a ela, com o casamento fracassado, com o modo com que ela permite ser tratada, sim porque as pessoas só nos tratam de uma determinada maneira se a gente deixa e muitas esperam pelo "Sebastian" em suas vidas para poder dar uma basta nisto. Caroline é uma mulher linda, inteligente, talentosa, só precisava ser mais segura e foi isto que descobrir o verdadeiro amor fez com ela.

Eu não vou ser hipócrita e dizer que o tema não me incomodou, foram dois temas que costumo fugir no mesmo livro: a traição, que independente da situação não se justifica e o tabu da idade. Confesso sem vergonha nenhuma que não curto livros em que a mulher é mais velha. A sinopse não conseguiu chamar a atenção para o que realmente importava, o preconceito já começa aí. O enredo também evidenciou demais a diferença de idade em algumas cenas e os próprios argumentos que a Caroline dava ao Sebastian faziam questão de me lembrar a toda hora do assunto, no entanto, sempre que era permitido, eu abstraia desta realidade e me envolvia, tive tanto sucesso nisto que devorei o livro em questão de horas e espero que com esta resenha totalmente honesta você resolva dar uma chance para esta incrível e cativante história de amor. Vale muito a pena! A vida real não é perfeita e as pessoas menos ainda, tenha isto em mente! 




Se preparem para o livro dois, você irão se surpreender com a carga emocional que ele traz. Este trabalho de capa da edição especial dupla foi simplesmente perfeito e captou totalmente a essência dos dois volumes. Tá aí uma que eu gostaria de ter na estante mesmo não sabendo ler em inglês. Magnífica!! Quem tiver interesse está a venda na Amazon.com




Comentários
7 Comentários

7 comentários

  1. Eu particularmente já tinha me interessado pelo livro quando começaram a anunciar, o fato dela ser mais velha foi exatamente o que chamou minha atenção, gosto de ver relações onde a mulher é mais velha. Mas tinha dúvida se ia gostar da história como um todo, depois de ler a resenha já me decidi e já está na wish list!!!
    Você como sempre honestíssima na resenha e é o que realmente me leva ler sempre que você publica de algum livro que eu esteja muito interessada!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Mesmo eu não gostando muito de histórias em que a personagem e mais velha fica com um cara mais novo, quando li a sinopse desse livro me senti atraída, sei que tem algo nesse livro que vai além do romance do casal, e por isso o livro parece ser muito bom, além de mexer com nossos sentimentos em relação aos acontecimentos. Depois de ler sua resenha, pela qual tava contando os dias para ler, fiquei com ainda mais vontade de ler o livro, espero adquiri no começo do ano que vem.

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Eu particularmente ache bem ousado da parte da escritora colocar um casal com diferenças de idades tão grandes! Me chamou a atenção por isso, fiquei um pouco intrigado para saber como vai ser o futuro dessa casa!
    Abçs

    ResponderExcluir
  4. achei bastante interessante o fato da mulher ser mais velha do que o mocinho,não conhecia esses livros vim conhecer depois que anunciaram o 2 livros e fiquei bastante curiosa.

    ResponderExcluir
  5. Gente eu não sabia que ela era a mais velha que o menino e também não sabia que ela vivia um casamento de convencional. Na verdade essa é primeira resenha que leio do livro e até agora estou descobrindo um livro que tem uns temas delicados e eu nunca imaginaria isso pela capa do livro. Foi muito bom ter liso essa resenha pois agora tenha uma noção do que se trata o livro e ele já foi pra lista de desejados.

    ResponderExcluir
  6. Diana!
    Não tenho preconceito quando se fala de amor... não importa a idade, desde que seja verdadeiro e traga a felicidade. Me incomoda ele ser menor, por causa da lei.
    Em relação a traição, daí já fico com um pé atrás... Ela realmente deveria ter terminado o casamento primeiro, para depois se envolver, o que para mim, demonstra uma certa insegurança, porque ela não queria ficar sozinha.
    De qualquer forma, gostaria muito de acompanhar todo drama envolvendo o livro.
    “Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação.” (Charles Chaplin)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie
    Eu quero muito ler esse livro e já peguei um baita spoiler lendo a sinopse do segundo livro.E não gosto de situações onde há traição e essas mocinhas que demoram a tomar atitudes e ficam pensando ,pensando e não tomam atitude nenhuma me irrita profundamente.E eu não me importo muito com o tabu da idade mas ficar evidenciando isso toda hora também não dá né.

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts