Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do mês

Ver mais...

[Resenha] Mentiras que Confortam - Randy Susan Meyers @novo_conceito

21.8.15

Cinco anos atrás...
Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção. Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Agora ela questiona se está preparada para o papel de esposa e mãe. Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele.
Hoje...
Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.

Olá pessoal, tudo bem? Esta é uma daquelas sinopses bem frustrantes! Já conta o livro inteiro, o que dificulta uma resenha legal sem entregar toda a história. O que você vai ver aqui é como os personagens envolvidos se comportam quando uma grande mentira vem a tona. Isso vai afetar a todos e cada um deles lidará com esta revelação a seu modo, pesando os prós e contras, sem necessariamente chegar a uma definição conclusiva.

Cinco anos atrás: 

Tia ficou grávida do filho de seu amante, Nathan. Este é casado com o amor de sua vida, Juliette. Juntos, Nathan e Juliette tem dois adoráveis ​​filhos pequenos que iluminam seus mundos. Juliette é uma grande parceira e com Tia, Nathan tem uma relação puramente sexual. Que já fique claro que a mesma sabe que ele é casado e tem esperanças que ele desista do casamento assim que saiba do bebê.

Só que Nathan a abandona em favor de sua esposa e de sua família. Sem olhar para trás ou pensar no filho que está a caminho, Nathan termina tudo com ela. Entre abortar, ser mãe solteira ou levar a criança para adoção, Tia escolhe a adoção, mesmo contra todos os protestos da sua mãe que acredita que ela irá se arrepender desta decisão.

Caroline adota a filha de Tia com seu marido Peter, porque ele sempre quis um filho para completar a sua família perfeita. e logo depois, começa a se questionar se a devoção ao trabalho não interfere com o papel de mãe que a sociedade e o marido empurraram para a vida dela.

Cinco anos depois: 

Tia trabalha com idosos, um trabalho chato que aos poucos torna-se emocionante já que é a única opção que ela tem para não pensar tanto em Nathan e em sua filha. Ela acredita que se tivesse mantido a menina, sua vida poderia não ser a rotina que é, com apenas algumas saídas para bares ocasionalmente.

Todos os anos, no aniversário da filha Savannah, Tia recebe as fotos dela e decide enviar algumas para Nathan a fim de que ele a conheça. Juliette é quem abre a carta e se sente duplamente traída. Há cinco anos, Nathan confessou a traição e ela o perdoou, mas em nenhum momento disse que tinha um filho desta relação. É aí que ela começa a questionar no que mais Nathan mentiu este tempo todo.

Cada uma dessas três mulheres tem que enfrentar as verdades que nunca foram ditas, as mentiras incontáveis ​​que fazem com que cada uma delas tenha que tomar uma decisão muito difícil. Um drama impressionante que irá mexer com o emocional do leitor. Contado pelo ponto de vista de Tia, Caroline, Juliette e Nathan, o enredo deixará claro os pensamentos e arrependimentos de todos.

Tia é a mais imatura de todas, ela é carente e se revolta pelas escolhas que teve que fazer, se revolta porque seu amor não foi correspondido. Já Juliette e Caroline são cheias de valores morais e como são mais velhas, lidam com a maternidade de uma maneira mais madura, sendo que Juliette ainda tem o agravante de perdoar ou não seu marido pela traição, ela não sabe como fazê-lo.

Caroline é a mãe adotiva e tem todo um conflito sobre a carreira e seu papel de mãe, sempre pensa no bem estar da menina e por isso deixa que os verdadeiros pais se aproximem dela, alegando que isto é saudável para Savannah. Peter, seu marido, já não concorda muito com esta tese, no entanto acaba cedendo.

A autora mostra que Nathan é verdadeiramente apaixonado pela esposa e apesar da traição, ele assume inteiramente a culpa em nenhum momento sendo demonizado no seu papel masculino. Randy Susan Meyers escreveu algo realmente especial, a luta destas três mulheres é real e verdadeira. 

Creio que seria realmente confortante para todos se a mentira prevalecesse, nenhum deles sairia da zona de conforto em que viviam e com isto, não teriam o mundo virado de ponta cabeça, tantas questões não viriam à tona para que eles se sentissem como se o mundo estivesse despencando em cima deles. 

"Mentiras que Confortam" lida com a criação dos filhos, com os papéis de pais, o papel do casamento e a maneira pela qual se espera que as mulheres equilibrem todos estes fatores. Tudo será um aprendizado, elas terão que saber como lidar com os obstáculos e só o amor verdadeiro, pelos outros e por si mesmas, será levado em conta no final.





Comentários
3 Comentários

3 comentários

  1. Diana,quero muito ler esse livro,acompanhar a trajetória de Tia,Caroline,Juliette e Nathan e observar depois das traições e das mentiras como eles após os cinco anos agirão a respeito de tudo e principalmente como será o comportamento de cada um com relação a Savannah,filha de Tia e Nathan,que é adotada por Cariline e Peter,a qual Juliette,esposa de Nathan toma consciência da existência .Muito curiosa para conferir ao atitudes e o que irá no final de tudo como diz o título confortar...,ou seja,quais mentiras devem confortar.Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá
    nossa, achei bem legal a premissa desse livor, lá no tempo de seu lançamento, já via que eu ia curtir um pouco, então, fiz um esforcinho grande e comprei ele, mas ainda não tive o prazer de lê-lo, ms espero curtir, adorei a sua diagramação
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Tenho uma grande paixão por livros que relatam problemas familiares, não é comum esse tipo de história na qual fala sobre traição, passado e futuro, e já algum tempo estou de olho nesse livro, quero muito ler. Gostei bastante da parte em fala sobre casamento e traição, pois em bem comum em nossa sociedade, e lendo o livro a gente vai ver como isso meche com as famílias.

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts