Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do Mês

Ver mais...

[Resenha] Primeiro e Único - Emily Giffin @novo_conceito

12.7.15

Primeiro e Único - Shea tem 33 anos e passou toda a sua vida em uma cidadezinha universitária que vive em função do futebol americano. Criada junto com sua melhor amigas, Lucy, filha do lendário treinador Clive Carr, Shea nunca teve coragem de deixar sua terra natal. Acabou cursando a universidade, onde conseguiu um emprego no departamento atlético e passa todos os dias junto do treinador e já está no mesmo cargo há mais de dez anos.
Quando finalmente abre mão da segurança e decide trilhar um caminho desconhecido, Shea descobre novas verdades sobre pessoas e fatos e essa situação a obriga a confrontar seus desejos mais profundos, seus medos e segredos.
A aclamada autora de Questões do Coração e Presentes da Vida criou uma história extraordinária sobre amor e lealdade e sobre uma heroína não convencional que luta para conciliá-los.

Se você é fã de futebol americano, este livro é para você, pois praticamente o livro inteiro só se fala nisto. Futebol no café, no almoço e na janta. É o primeiro livro que leio desta autora e para quem curte um bom romance realista é uma boa pedida.

A protagonista Shea está perdida, não sabe o que quer da vida, tudo está parado e um verdadeiro tédio. Ansiando por mudanças, desiste do trabalho em um departamento de atletismo da universidade para alavancar sua carreira no jornalismo esportivo. Ela rompe com seu namorado, pois não tem nada a ver com ele e começa a namorar um jogador famoso. No entanto, enquanto Shea embarca neste novo caminho, ela percebe que está interessada em outra pessoa.

O foco do livro é sobre ela, uma mulher que cresceu no Texas, uma cidade que tem um famoso time de futebol e boa parte da razão para o sucesso da equipe é treinador Clive Carr. O novo objeto de interesse dela.

Shea sempre foi próxima da família dele e é fanática por futebol. Precisando acordar para a vida tem a ajuda deste treinador. A estória é divertida e todos so personagens foram bem desenvolvidos na trama. O ritmo é bom, mesmo havendo algumas voltas e mais voltas no enredo. 

Shea sente culpa pelos seus sentimentos já que a esposa de Clive morreu e ela é a melhor amiga da sua filha Lucy. Se você considerar a diferença de idade um tabu pode se incomodar um pouco com este romance. Ela sempre admirou o treinador e tinha já uma queda por ele, mas só depois que sua esposa falece é que ela começa a pensar que ele poderia ser algo mais para ela.

Intrigas, amizades e uma mudança radical de vida. Uma leitura desprentensiosa. Você não perde o seu tempo lendo já que o livro é muito bem escrito, no entanto, não crie muitas expectativas sobre ele. Senti falta de um epílogo, mas sempre sinto quando o livro não tem um.

Talvez você não deva levar em consideração a minha opinião já que eu odeio futebol. Aliás, não sou fã de nenhum tipo de esporte, a não ser aquele em que sento e repetidamente movimento meus braços para virar as páginas de um livro. Isto pode ser considerado um exercício?


Onde Comprar: Saraiva




Comentários
6 Comentários

6 comentários

  1. Eu gostei muito deste livro apesar de considerar um pouco lento. Me incomodou o foco ser todo centrado em futebol por não gostar do esporte também. Também senti falta do Epílogo :( Ficou com aquele gostinho de quero mais. Amei a resenha, tu sempre arrasa Di <3

    ResponderExcluir
  2. Olá Dih,
    confesso que eu me decepcionei um pouco com o livro, não cheguei a ler, mas eu vi varias resenhas que me deixou um pouco para baixo com esse livro, mas acho que acima de tudo vou dar uma chance para ele
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Diana,Nossa um livro que só fala de futebol,café,almoço e jantar?Confesso que não sou tão fã de futebol,mas gostei que seja um romance realista,Shea,me parece ser uma personagem que estava com a sua vida na mesmice durante anos e toma a decisão de muda-lá,muda de carreira,rompe com seu namorado que nada tem a ver com ela....enfim,se descobre apaixonada por seu treinador depois que sua esposa falece ,existe a diferença de idade ,mas me parece um bom livro,apesar como já disse não sou fã de futebol,gosto também de epílogos,talvez irei conferir a história,pois já li outras obras da autora.Beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que ler devia ser considerado um esperto sim senhor, até porque seria o único esporte que eu realmente faria ¬¬ Livro da Emily só li realmente um que foi " Presentes da vida " e pra min foi um dos melhores livros da minha vida ^^ Olha não sei se vou ler esse livro porque como você não sou fã de esportes e antes tava animada pra esse livro mas não estou tão animada agora. Obrigada pela resenha sincera.

    ResponderExcluir
  5. Bem, para a falar a verdade, apesar de gostar de romances que tenha personagens principais mais velhos e com mudanças drásticas na mesmice de sempre, não me senti tentada a ler esse. Não vou descartar a leitura sem antes conferir opiniões de mais gente que leu, mas, num primeiro momento, não vai para minha listinha.

    ResponderExcluir
  6. Oi... amo a escritora, tenho alguns livros dela, estou lendo Presentes da Vida, e a escrita dela é encantadora, é do feitio dela se ater na parte emocional do personagem, as idas e vindas, rompimentos, recomeços, e amo como ela cria todo o universo. Amo esportes, amo tabu, e parece ser um livro muito bom, sendo sincera eu não tinha ouvido falar dele, mas agora tá na minha listinha, fazer um nicho só com os livros da Emily.
    Beijão

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts