Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do mês

Ver mais...

[Resenha] O Beijo de Chocolate - Laura Florand @UnicaEditora

13.7.15

Quem Nunca Sentiu Algo Tão Forte Que Pensou Que Só Poderia Estar Enfeitiçado?
Na pequena Île Saint-Louis, no coração da romântica Paris, esconde-se uma casa de chá especial e mágica: La Maison des Sorcières. As tias Aja e Geneviève confiaram em sua jovem sobrinha Magalie para ajudá-las na empreitada de encantar os clientes com doces e bebidas que são literalmente feitiços – em especial, o inexplicável chocolate quente de Magalie. A vida seguia tranquila até que o badalado pâtissier Philippe Lyonnais resolve abrir uma filial de sua loja a poucos metros dali. É então que começa uma batalha mais do que apimentada entre os dois doceiros: Magalie tenta punir (e instigar) Philippe com suas xícaras de chocolate quente, e ele a enlouquece com tentações inéditas e cheias de sabor. Magalie, porém, nunca esteve pronta para sentir algo tão forte e, depois de tanto tempo isolada, ao conhecer Philippe vê que não pode mais fugir de quem é e dos seus desejos. Contudo, ele significa o risco de perder tanta coisa… Tudo aquilo que vale mais que um simples – ainda que absolutamente tentador – macaron. Entre a teimosia e o desejo, o doce e o amargo, descubra as emoções que só a paixão com uma boa dose de cacau e magia pode despertar.
Magalie Chaudron trabalha na mágica loja de chá e doces de sua tia. Seu chaud chocolat (ou chocolate quente) é a especialidade dela e deixam seus clientes para morrer. Ela ama sua vida, até Philippe Lyonnais chegar e ameaçar tudo o que ela tem de mais precioso. 

Ele é um famoso chef pâtissier que vem de uma longa linha de confeiteiros famosos e decide criar uma nova loja na mesma rua em que ela tem a dela, deixando-a furiosa. Philippe fica encantado por Magalie assim que a conhece, mas mesmo assim nada abala sua decisão de abrir a loja. Começa aí a deliciosa guerra de doces e chocolates. Apimentada? Não! Estamos falando apenas de doces aqui haha. Ele não entende porque ela está tão chateada com isso já que acredita que tem clientes suficientes para os dois estabelecimentos, no entanto Magalie não pensa assim.

O romance entre os dois já era certo e foi perfeito! Não existia o ódio de verdade, apenas uma frustração de ambas as partes que se sentem atraídas, mas não dão o braço a torcer.  As cenas são cheias de erotismo e sensualidade, a autora conseguiu deixar sexy até as preparações dos famosos macarons de Philippe (doce da foto) e o ponto de fervura do chocolate de Magalie. Sobremesas e chocolates desempenham um papel enorme e significativo na estória, as descrições das receitas são tentadoras e não só no que diz respeito ao pecado da gula, a luxúria neste caso é bem explícita. Consumir as sobremesas um do outro equivale a aceitar e submeter-se aos seus desejos e depois de ler este livro nunca mais você vai comer um delas do mesmo jeito.

Magalie tem grandes problemas de insegurança quando se trata de relacionamentos, pois todas as vezes em que foi arrancada de seus lares, sendo transportada entre a França e a América e tendo uma mãe tremendamente egoísta, fez com que ela acreditasse que nunca alguém fosse ficar com ela durante muito tempo. 

Philippe precisou de muita paciência e determinação para convencê-la de seu amor. Eu amei o Phillipe porque foi o primeiro a assumir seus sentimentos. Competente e seguro de si, ficou vulnerável quando o assunto foi a paixão por ela. As discussões são divertidas e pouco a pouco a armadura que Magalie criou para se proteger é destruída.

Durante o enredo, toda e ira e desejo são destinados a preparação dos doces. Magalie adiciona "feitiços" em seu chocolate quente e ele se recusa a beber. Eles se comportam como inimigos até que a raiva finalmente evolui para um romance.

Os protagonistas colocam seu coração e alma em seus doces e ficam cada vez mais desesperados para fazer com que o outro experimente sua obra de arte.

"... todo doce tinha que ter o próprio orgasmo, o ápice de prazer que chegasse totalmente de surpresa. Era isso o que fazia os olhos de quem os mordia tremerem fechados de deleite."
A magia do chocolate e tudo que ele pode transformar foram apenas metáforas. Nos livros de romance costumamos ver o sexo resolver tudo, mas neste houve toda a criação de um ambiente de sedução, tendo Paris como pano de fundo. Quer mais romantismo que isso?
"Não acreditava que Magalie tinha recusado um de seus macarons. Eleo oferecera fresquinho das próprias mãos. Não era apenas a sua receita, mas havia sido feito pessoalmente por ele. E ela o recusou."
Tendo o ponto de vista de Phillipe também além do de Magalie fez com que a leitura fosse ainda mais completa. Ele tenta entrar no coração de Magalie e não dominá-la e se esforça para fazer seus doces usando ingredientes que acha que faz parte da personalidade dela. Já Magalie faz cada xícara de chocolate adicionando seus sonhos e desejos. Muitas vezes eles nem sequer se tocam, apenas ler as descrições destas preparações te deixa pegando fogo!
"Um orgasmo em uma mordida. Como se mãos percorressem todo o seu corpo. Foi a coisa mais linda que já degustou em toda a sua vida. Feito para ela."
O ponto negativo é que foram usadas muitas expressões em francês sem a devida tradução, conclusão: teve parágrafos que não entendi nada. apenas pude supor o que eles estavam querendo dizer. Este livro faz parte de uma série e pode ser lido de forma independente já que cada um deles traz a estória de um casal diferente.



Capa Original



Comentários
5 Comentários

5 comentários

  1. Diana,Magalie e Phillipe duelo entre a concorrência e o crescente desejo,o que vencerá?Essa guerra de doces e chocolate parece prometer muitas emoções.Para ele existe clientes suficientes para os dois,já ela pensa diferente,se sentem atraídos,mas não dão o braço a torcer adorei os macarons de Phillipe,ele será o primeiro a assumir seus sentimentos?Que surpreendentemente fofo!Terá muita paciência e compreensão para convence-la de seu amor...raiva que evolui para romance,partes em francês pode dificultar um pouco ,mas irei conferir.Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada ainda dessa autora! Parece ser interessante e divertido, mas, do jeito que sou gulosa, sou capaz de querer comer todos os doces que mencionarem no livro. Aí, ao final, serão uns 20kg a mais... rsrsrsrsrs.... de qualquer maneira, vou tentar ler.

    ResponderExcluir
  3. Olá
    não achei muito bom essa serie, mas sem duvidas as capas brasileiras são muito tops, ainda não tinha visto a resenha do livro dois,
    Bjks

    ResponderExcluir
  4. Olá, Diana, eu já tinha lido algo da série, mas não me agrado nesse tipo de leitura, mas pra quem gosta deve ser uma boa pedida.
    Achei lindo o trabalho com as capas.

    ResponderExcluir
  5. Fiquei super curiosa pra ler o livro mana, a escritora parece ter caprichado na no enredo e os personagens pela resenha deixam tudo ainda mais doce e por falar em doce sinto que vou ler esse livro vou engordar uns 10 quilos só de imaginar os gostos dos doces descritos e é nesse momento que sei que devo viajar pra Paris pra experimentar essas delicias. Adorei a resenha e confesso que adorei a nossa capa e achei mais bonita que dos estados unidos ^^

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts