Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do mês

Ver mais...

[Resenha] Rush Sem Limites, Livro 4 da Série Sem Limites de Abbi Glines @EditoraArqueiro

21.6.15

Rush sem limites conta a história de Paixão sem limites sob ponto de vista de Rush.
Rush merece sua reputação de bad boy. Com seus carros de luxo e sua mansão de três andares à beira-mar, o filho de um famoso astro do rock tem uma fila de garotas a seus pés. No entanto ele precisa apenas de duas pessoas para ser feliz: seu irmão postiço e melhor amigo Grant e sua meia-irmã Nan.
Até que Blaire Wynn chega à cidade em sua velha caminhonete. A beleza angelical da garota do Alabama logo chama a atenção de Rush. Mas, por causa de um segredo de família, ele decide manter distância de Blaire. Mesmo que ela precise de sua ajuda. E mesmo que ela lhe desperte sentimentos desconhecidos.
Órfã de mãe e abandonada pelo pai, Blaire está sozinha no mundo – porém Rush entende que se aproximar dela pode destruir a vida da irmã, a quem protegeu desde que eram crianças. A relação secreta entre as duas e o ódio que Nan nutre por Blaire são mais do que bons motivos para Rush manter-se afastado. Só que ele não consegue. O desejo fala mais alto.
Depois do sucesso da trilogia Sem Limites, Abbi Glines leva os leitores de volta ao início dessa história de amor. Em Rush sem limites, você entrará na mente do bad boy que já conquistou milhões de fãs mundo afora.
Esta não é uma estória de amor comum. Na verdade, é tão complicada que nem chega a ser linda. Mas quando você é o filho do lendário baterista de uma das bandas de rock mais amadas do mundo, é de se esperar que seus relacionamentos não sejam perfeitos. Junte a isso uma mãe egoísta que o criou e a irmã que ele vive consolando.

A partir da primeira página eu estava completamente apaixonada. Entrar dentro da cabeça do Rush foi emocionante. Eu amei como seus pensamentos duelaram desde o início e como ele ficou perturbado por Blaire assim que a conheceu. Ele se apaixonou completamente por ela, ficou obcecado, se preocupava e precisava dela. Ele tenta ficar longe, sabendo que há uma longa lista de razões pelas quais ele deve. Felizmente para nós, ele falha miseravelmente!

Um bad boy arrogante que conquistou meu coração. De novo! A inocência de Blaire o encanta e em contrapartida, ficamos encantadas por ele. Cada momento entre os dois é cheio de angústia, desejo e paixão que implora para ser desencadeada. No momento em que ambos cedem a esta química explosiva as cenas são deliciosas e quentes.

Em minha opinião, este foi um ótimo complemento para a estória de Blaire e Rush. É sempre bom ouvir o outro lado e perceber, desde o início, como era para ele tanto como foi para ela. Abbi Glines trouxe mais do Rush, algumas novas cenas, mas o final é ainda o mesmo.

Quando se trata de sexy, possessivo e irremediavelmente ferido, Rush Finlay está no topo da minha lista de namorados literários. Eu não sei o que sobre ele tanto me encantou, meu palpite é o cenário que o transformou de um bad boy boca suja a um namorado absolutamente fiel e dedicado. Simplesmente me deixou sem palavras assim que abrigou Blaire em sua casa mesmo contra vontade e, em seguida, acabou por passar todo tempo tentando não cair de amores por ela. Finalmente temos a chance de mergulhar na mente e no coração de Rush e ver o início de sua estória de amor épica. Um complemento perfeito para uma série já perfeita.

"Eu sabia desde o primeiro momento que ela era um problema. Que acabaria comigo. Mas não sabia que ela me deixaria de quatro."
"Eu já fiquei com muitas meninas, Blaire. Acredite, nunca conheci nenhuma tão perfeita como você."
O filho da estrela do rock famosa é a personificação dos sonhos de cada mulher. Um dia, um anjo de olhos azuis aparece em sua vida e faz com que ele questione cada coisa em que ele acreditava. Dividido entre seus sentimentos crescentes por Blaire e sua lealdade a sua única irmã, nós finalmente conseguimos ver a agitação violenta no coração e na mente dele quando ele é forçado a reavaliar suas prioridades na vida. No primeiro livro sabemos a profundidade de sua devoção à irmã Nan, mesmo que ela seja tão cruel aos olhos dos outros, mas, neste livro, é oferecida uma visão íntima de sua infância compartilhada com ela e os acontecimentos que fizeram dele o seu único protetor.
"Eu estava em casa. Blaire era minha casa. Eu não sabia o quanto estava sozinho até ela entrar na minha vida." 
"Eu vou sempre amar você. Ninguém jamais vai se comparar. Você é minha dona Blaire. O meu coração e minha alma são seus."
Seu vínculo com a irmã se torna tão real para nossos olhos que quase sentimos pena da Nan (quase...#sqn). Isto faz com que fique ainda mais visível o quão poderoso seu amor é pela Blaire já que ele está disposto a sacrificar tudo por ela.

Neste livro, você vai se apaixonar pela doce Blaire novamente também. Sua gentileza, sua perseverança e dignidade ao enfrentar perdas trágicas é incrível. Tais perdas teriam permanentemente quebrado uma pessoa mais fraca, mas não Blaire e por isso ela é uma das minhas heroínas favoritas.

A parte negativa? O ponto de vista de Rush foi apenas do primeiro livro e seria mais completo se fossem condensados os três livros em um só, mesmo que o livro ficasse muito longo. No entanto, amei e recomendo!



Comentários
5 Comentários

5 comentários

  1. Olá
    nossa Diana vc é realmente viciada na Abbi, eu não li nada da autora, mas se depender de você os livros deve ser muito fantásticos rsrs
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. Diana,também gosto quando a autora nos apresenta a história sob o ponto de vista do mocinho em um outro livro ,isso nos faz compreender as atitudes com mais profundidade pelo próprio personagem e não pela visão da mocinha.Essa série ,por incrível que pareça ainda não li,porém já acompanhei inúmeras resenhas da série e conhecer parte da história de Rush e Blaire,depois dessa sua resenha ,irei dar uma chance e ler a série.Beijos!!!

    ResponderExcluir
  3. Eu já li esse livro também e gosto do POV do mocinho! A história de amor deles é linda. Mas, eu também fiquei frustrada pela autora optar mais de um livro tb. Eu achava que um só seria suficiente para expor os pensamentos do Rush, centrados nos acontecimentos principais em que ele estivesse envolvido, uma vez que a história já havia sido contada. Mas, nem Abbi pode ignorar o lado comercial, penso eu! De qualquer maneira, é um romance tão bonito que, muito provavelmente, lerei os outros tb... rsrsrsrs....

    ResponderExcluir
  4. Mana so pelos olhos dele que tenho "algumas vezes", só algumas vezes mesmo pena da Nana porque senhor aquela menina é uma v@$i kkk Eu já li a versão do Rush e confesso que gostei tanto da versão dele como da Blaire, a dela foi legal e tal mas achei a dele muito mais rica em detalhes do interior da família se é que pode ser considera uma família né ? E concordo com você quando acho que devíamos ter tido parte dele em todos os outros livros.

    ResponderExcluir
  5. Gente, preciso começar a ler essa autora, estou por fora! Uau, Rush está no topo da sua lista de namorados literários, o cara/livro é no minimo muito envolvente! E ainda a presença de uma "mocinha" forte, fora do esterótipo, acho que é uma boa composição.

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts