Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do mês

Ver mais...

[Resenha] Neve na Primavera - Sarah Jio @novo_conceito

20.6.15

Seattle, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho.
Na manhã seguinte, o dia 2 de maio, uma nevasca desaba sobre a cidade.
Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve.
Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos,
Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.

Duas estórias separadas por décadas, mas que tem mais coisas em comum do que se pode imaginar.

No ano de 1933, Vera Ray trabalha no turno da noite como arrumadeira em um hotel de Seattle. A tempestade de neve está chegando e ela se vê obrigada a deixar o seu filho de três anos, Daniel, dormindo em casa sozinho. Quando ela retorna, ele simplesmente desapareceu.

No ano de 2010, Claire acorda com uma nevasca em Seattle. Ela, como repórter de um jornal de destaque, é convidada a cobrir este fenômeno meteorológico raro que é a queda de neve no final da primavera em Seattle e descobrir qualquer fato interessante de outra queda de neve que ocorreu em 1933, na mesma data.

A estória de Vera é de uma dor imensa: a perda de seu único filho. O sofrimento dela é comovente. Uma jovem que nasceu e viveu na pobreza durante a Grande Depressão, mãe solteira e que sente-se invisível para os endinheirados clientes do hotel que ela serve. A perda do seu filho desencadeia uma série de eventos com repercussões que abrangem os próximos 80 anos.


Claire é casada e após ter se recuperado de um acidente terrível no ano anterior, luta com uma inércia que está afetando seu casamento e sua carreira. Quando ela descobre um conto de um menino desaparecido, não pode descansar até descobrir a verdade sobre o caso. Ela também descobre, ao se aprofundar neste conto trágico, como lidar com a perda que teve na sua própria vida.

Os capítulos alternam entre o ponto de vista de Claire nos dias de hoje e os de Vera no passado. Eu podia sentir todas as emoções que estas mulheres vivenciaram e chorei muitas vezes. O enredo pode soar triste, mas é  muito mais que isso. É um livro sobre o amor e perdão.

Um mistério intrigante que vai te manter vidrado do início ao fim. Eu recomendo esta estória de ficção a todos os meus amigos que têm filhos e até mesmo para aqueles que não tem, só lembrando de no caso de ter perdido um filho, esta estória pode mexer demais com você.

A autora manteve o enredo incrivelmente bem equilibrado, fez um trabalho lindo misturando passado e presente, riqueza e pobreza, desamparo e força, mas o que brilha mais é com certeza a narrativa. Eu li o livro em um dia simplesmente porque eu não consegui parar até o final.

A capa chama atenção também pela beleza e pelas cores, confesso que me apaixonei primeiro por ela e depois pela sinopse. A inspiração para escrever Neve na Primavera surgiu ao ouvir a música Blackberry Winter, de Hilary Kole, no rádio do carro. Ela dá esta informação em nota no final do livro.


Onde Comprar: Amazon


Comentários
5 Comentários

5 comentários

  1. Olá
    adorei saber mais sobre o livro, não tinha visto resenhas sobre ele apenas apresentações de lançamentos, gostei muito da proposta,
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. Olha, Diana, esse seria um livro que passaria longe em função do momento que vivo, mas, sua resenha está tão animada que, confesso, fiquei curiosa para ler, mesmo já sabendo que devo chorar até, né? rsrsrsrs... lógico, vai para lista imensa de suas indicações. Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Diana, amo histórias que unem duas histórias distintas que se interligam em um momento da narrativa e assim parece ser nessa magnifica obra de Sarah Jio,Neve na Primavera, onde uma história de Vera no ano de 1933, se interliga com a de Claire2010,estou bastante ansiosa para descobrir esse mistério.Já esta na minha lista.BEIJOS!!!

    ResponderExcluir
  4. Já vi criticas boas e ruins desse livros, mas são mais boas que ruins kk, e sua entra na lista da pessoas que viram potencial na história e gostaram dela mas infelizmente não senti nada disso pelo livro e passo essa leitura e poderia dizer que um dia pode bater a curiosidade mas esse tipo de livro não faz meu estilo então deixo essa leitura para aqueles que vão realmente aprecia-la.

    ResponderExcluir
  5. Premissa bem interessante, acho que é um livro bem comovente e emocionante. Além de ter um mistério que ajuda a manter o interesse na leitura. A capa está realmente muito linda, um doce.

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts