Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do mês

Ver mais...

[Resenha] Mais Forte Que Tudo, Série In Love in New York #2 - A.J. Ventura

23.6.15

Prestes a completar trinta anos, Pat Xavier tem a vida que sempre sonhou. Dona do próprio negócio, trabalhando com o que ama, na cidade em que escolheu para viver, ao lado da melhor amiga, nada tira seu bom humor.
Livre, independente e bem resolvida, não precisa de homens em sua vida para sentir-se completa e se contenta com as vazias e impessoais relações casuais que mantém.
Tudo muda quando Jeff Brennan aparece. Antítese de todos os homens com quem já se relacionou, ele faz Pat perceber que sua vida não pode ser considerada perfeita, e que além de vazias, as relações casuais que mantém estão longe de ser satisfatórias.
Virando o mundo de Pat de cabeça para baixo, Jeff a desafia a ser ela mesma, enquanto a leva à loucura com sua mente nerd, seu QI de gênio e sua barba ruiva.
Nada sobre a relação dos dois tem a ver com simplicidade ou segurança, mas Pat estava para descobrir que nada a motivava mais do que o desconhecido, o complicado e aquela barba ruiva...

Pat está em crise, uma sensação de derrota se apodera dela toda vez que sai com algum cara, não sabe o que a leva a ir para a cama com tantos homens diferentes que parecem sempre a mesma pessoa e que, no entanto, não conseguem satisfaze-la. Desde que pegou o namorado na cama com a amante, ela sofreu muito e quando achou que estava recuperada, começou a sair com outros homens, apenas para descobrir que não estava tão recuperada assim. Ela descobre-se incapaz de ter um orgasmo! Há mais de um ano!

Prestes a completar 29 anos, ela não imaginava que sua vida chegaria a este ponto. Com uma personalidade forte e cativante, torna-se o foco de atenção mesmo sem querer, onde quer que vá. Quem leu o primeiro livro da série (saiba mais), lembra o quanto Pat era desinibida e o quanto rimos com os conselhos que dava para Anna. Admirei ali a personalidade dela, a lealdade e o humor que ela transmitia em todas as situações.   

Quando uma mulher como ela, independente e feminista, chega ao ponto de arrumar um namorado fake para reencontrar o ex... o problema realmente é sério. A questão é que o tal "namorado", de barba ruiva e com uma boca deliciosa, chamado Jeff, não queria ser fake e também não acredita na cena que ela faz ao fingir um orgasmo como todos os outros. Ele mostra que pode dar prazer a uma mulher e pela primeira vez, depois de muito tempo, Pat consegue relaxar e aproveitar o momento. Como não querer repetir a dose depois desta? Depois de descobrir que o tapete combina com as cortinas? Impossível! Não entendeu nada né? Sem spoiler sinto muito, haha.
"Eu sou especialista em fazer mulheres ultra confiantes gemerem." 
"Eu reconheço uma mulher saciada a quilômetros de distancia. Quando olhei para você, percebi que não era uma." 
Ao descobrir que ele será o seu novo colega de trabalho e por não querer misturar as coisas, ela decide não ter nenhum relacionamento com ele que não seja profissional. Esconde da melhor amiga o envolvimento e tem que enfrentar a barra de continuar muito atraída por um homem que vai ficar tão próximo (bem próximo,aliás, na mesma sala). Jeff consegue convence-la a dar uma chance aos dois e ela aceita com a condição de que ninguém saiba de nada, principalmente a Anna. Aqui é que a coisa pegou para mim. Poxa 30 anos e namorando escondido? Como assim gente? Claro que a tensão sexual esteve presente o tempo todo.
"... todo o expediente tentando se equilibrar entre o que queria fazer, o que precisava fazer e o que não podia fazer. A cada dia ele vinha mais bem vestido e o cheiro dele na sala fazia com que Pat duvidasse que fosse se lembrar de como a sala cheirava antes de ser obrigada a dividi-la com ele."
"Só quando ele estava sobre ela, ainda beijando de forma exigente a que ela tinha se acostumado, ela se deu conta de que ele tinha razão. Ele não tinha tido chance de agir. Estava pronta para descobrir a diferença que isso fazia."
Jeff é o típico nerd e mostra a Pat muito outros super poderes ao longo do livro, o Joel da Anna, continua sendo minha escolha, mas o Jeff também é o namorado dos sonhos. Levou a sério o relacionamento, foi fiel, tinha um cachorro como melhor amigo que eu me apaixonei e faz absolutamente tudo pela Pat e pela família dele.

Já a Pat, não tem relacionamentos, não se envolve, não acredita em exclusividade e não gosta de compromisso, ou seja, praticamente o homem da relação, A autora, mais uma vez, traz um romance quente com pitadas de humor e cenas cotidianas que dão veracidade à trama. Eu ri muito em algumas situações e me irritei em outras.
"Ele me faz gozar sendo agressivo, tem QI de gênio e trabalha para você."
Confesso que me decepcionei um pouco com a Pat, esperava que ela fosse se comportar de maneira mais madura. Ela demorou demais para aceitar que estava apaixonada e fez o Jeff sofrer sem que ele merecesse. Jeff teve paciência demais com estas inseguranças dela. No primeiro livro ela parecia ser mais centrada, mais desencanada e as lições de moral que deu para a melhor amiga, não usou para si mesma. No fim das contas, a Anna com todas as inseguranças com o peso e aparência foi mais transparente e honesta com seus sentimentos, assumiu logo o que sentia, não escondeu isto de ninguém e correu atrás do que queria. 

A Pat pensava demais, analisava demais os prós e contras da relação e o motivo que levou a tudo isto, ela descobre da maneira mais absurda. Para mim foi um exagero e beirou a paranoia, ela tinha um motivo sim para ser como era, no entanto não achei muito válido, era coisa da cabeça dela.
"Porque eu quero minha vida de volta. Quero ser capaz de tomar decisões sérias sem me deixar levar por outros fatores, mas quando vejo essa sua boca, tudo o que eu penso é em te beijar. E fazer outras coisas."
Apesar de tudo isto eu recomendo a leitura, a escrita da AJ. Ventura novamente me surpreendeu, o enredo é bem construído e por já conhecer o trabalho dela em "Maior que Tudo" resolvi dar uma chance para Pat. Não me arrependi, o epilogo foi lindo e emocionante.

O mocinho foi magnifico do inicio ao fim, os personagens secundários e a família linda da Anna que esteve presente o tempo todo arrasaram. Rever o casal do livro um que está ainda mais apaixonado do que nunca foi maravilhoso! Anna continua sendo a minha preferida, mas a Pat também tem qualidades que admiro muito como a lealdade com a amiga que considera uma irmã (por isso meteu a mão na cara de uma vaca que merecia muito mais, adorei!), também sabe cozinhar e dá uma receita de pizza no livro que vou tentar um dia. Conquistou o Jeff também pelo estomago com seu famoso brigadeiro e como odeio cozinhar, invejei muito este lado dela.


Ela é muito parecida comigo em alguns pontos, acho que por isso me irritei com ela tantas vezes, tive vontade de entrar no livro e dar uns tapas nela para ver se acordava para o que estava diante do seu nariz. Ela quer ter controle das coisas e saber exatamente o próximo passo a ser dado, além de ser responsável por este passo. Uma profissional excelente e uma madrinha dedicada.

Juntos eles formaram o casal "os opostos se atraem". Quando estavam juntos a química era intensa com cenas sensuais na medida certa. Pat aprendeu muito com Jeff e quando resolveu assumir a paixão foi para valer, entrou de cabeça e aceitou o pacote completo. Se eu recomendo? Claro! Vai perder este barba ruiva maravilhoso que sabe dar prazer para uma mulher? Precisam conhecer já!



Disponível apenas em e-book na Amazon


Comentários
5 Comentários

5 comentários

  1. Olá
    nunca tinha visto nada a respeito do livro, mas gostei muito dessa capa, adoro quando as capas é em desenho rsrs, adorei a resenha, vou anotar a dica e ver no que vai dar
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. Diana ,não conhecia essa história e esse já é o segundo livro,me parece que a vida das personagens Anna e Pat é bem interessante para se conhecer nesses livros .Esse segundo parece que irá focar mais na vida da Pat e a sua descoberta do que é o verdadeiro amor com Jeff um personagem de barba ruiva nerd e muito interessante.Ansiosa para conferir as histórias desses personagens.Beijos!!!

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha, porque vc conseguiu apontar os pontos positivos e negativos de uma maneira que não atrapalha a vontade despertada em ler. Fui conferir a resenha do primeiro e fiquei interessada também. Ufa, mais dois livros para a longos lista de indicações da Diana que eu quero ler... rsrsrsrs...

    ResponderExcluir
  4. Meio que boiei quando li a resenha porque não conhecia essa serie e nem tinha visto nada do primeiro livro, mas com eu conseguir entender temos uma mocinha sofrendo pelo ex, eu entendo ela nesse ponto, e temos nosso maravilhoso Jeff que faz ela derreter kkk Tenho que confessor que fiquei com vontade de ler esse livro mais pelo personagem masculino do que pela menina mas antes vou procurar mais sobre o livro. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia a série ainda, então tentei entender um pouco mais pela resenha....Sem conhecer muito achei a Pat meio chata, não sabe o que quer...kkkk Falar de brigadeiro aqui não é legal, fiquei doida de vontade. kkkkk

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts