Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do Mês

Ver mais...

[Resenha] Rendição - Maya Banks Livro 1 da Trilogia Surrender Maya Banks @EditoraLeya

23.10.14

Livro físico a venda na Livraria da Folha e e-book também disponível na Amazon



Em sua sensacional trilogia erótica, Breathless, a autora best-seller do The New York Times Maya Banks, testou os limites do desejo. Nesta nova coleção, a trilogia Surrender, só há uma coisa a fazer: ultrapassá-los. E nunca as consequências da descoberta do prazer foram tão irresistivelmente convidativas, surpreendentemente íntimas e totalmente inesperadas... Josslyn encontrou perfeição uma vez, e ela sabe que não vai encontrá-la novamente. Viúva, ela procura a única coisa que seu amado marido, Carson, não pôde dar a ela: dominação. Solitária e em busca de uma saída para seu luto, Joss encontra um clube exclusivo, que recebe pessoas a fim de realizarem suas fantasias mais hedonistas. Ela nunca imaginou que encontraria lá o único homem que tem sido, por muito tempo, sua fonte de conforto e desejo secreto – o melhor amigo de Carson. Dash viveu uma situação insustentável por anos, apaixonou-se pela esposa de seu melhor amigo, mas reprimiu essa atração. Tudo começa a mudar quando ele encontra Joss em um clube dedicado aos mais obscuros limites do desejo. Por que ela estaria num lugar como aquele? Ela faz alguma ideia de onde estaria se metendo? Mas Joss sabe exatamente aquilo que quer e precisa! Para Dash só resta uma alternativa: se ela quer dominação, ele é o único homem que vai guiá-la por este mundo. O único que vai tocá-la, apreciá-la, amá-la... E o único a quem ela vai se submeter para sempre!


Olha eu aqui gente trazendo mais um sucesso desta diva que sou fã. Fico tão empolgada quando tem livro dela no Brasil \o/\o/

Joss é viúva e, cansada de ficar de luto pelo marido por três anos, decide seguir em frente e ir atrás de realizar os desejos que não foram satisfeitos durante o casamento. Ela amava o marido, ele foi o único homem da sua vida, mas nunca cobrou dele que realizasse sua vontade de ser dominada dentro e fora da cama.

Dash sempre foi apaixonado por Joss e, em respeito a amizade que tinha com o marido dela escondeu esta paixão e sofreu muito por isso. Com a morte do amigo, ficou ao lado de Joss nestes três anos de luto apenas esperando o momento certo para lutar por ela, esperando que ela estivesse pronta. Ele sempre foi um dominante e quando a vê no clube que frequenta, não consegue acreditar naquilo. Sem querer Joss dá o primeiro passo e Dash tem certeza que chegou a hora.
"...se o que quer e precisa é minha dominação, pode ficar tranquila: vou possuí-la e você será minha. E eu serei o único homem que você vai conhecer."
Eu confesso que a Maya me decepcionou um pouco neste livro porque é só mais do mesmo. BDSM disfarçado com mais teoria do que prática, muita narração e pouca ação. Quando vi, já estava quase na metade do livro e não tinha acontecido absolutamente nada. Joss ficou se justificando o tempo todo sobre suas vontades e Dash a acalmando com suas explicações "didáticas" de como funciona o relacionamento de um dom com sua submissa.

Quem está acostumado a este tipo de leitura já sabe de tudo isso né gente? Obedecer, gozar apenas com autorização, palavras chaves e blablablá... Mas tirando este pequeno detalhe, o Dash é um lindo, perfeito macho alfa e ainda por cima, apaixonadíssimo pela Joss e a coloca sempre em primeiro lugar.

Lindo o amor dele por ela, a vontade de agrada-la e o medo de não conseguir satisfaze-la mesmo tendo muita experiência. Como não se apaixonar? E claro que, Maya é Maya né? A mulher definitivamente sabe escrever. Eu lia e pensava: "é da Maya, então continua ai que o negócio vai ficar bom."
"Pela primeira vez em três longos anos, ele a fez se sentir viva, feminina, desejada. Linda. Ele a fez se sentir linda."
O livro mostra mais o lado emocional do casal, a Joss querendo seguir em frente para superar a perda do marido sem fazer comparação com os dois homens da sua vida, o que é difícil mesmo, levando em conta que ela foi feliz no casamento e amava demais o marido, e o Dash tentando evitar o ciúme de um homem morto e achando que nunca será páreo para substituir este espaço no coração da mulher que ama.
"Dash era o segundo homem com quem fazia amor e, mesmo assim, tinha tido sorte nas duas experiências. Dois homens viris, de fazer o coração parar de bater de tão lindos."
Com Dash já existia uma grande amizade e a relação dos dois se completa já que, ele realiza todos os seus desejos como se estivesse na cabeça dela e soubesse o que ela quer.
"Eu nunca vou recusar nada a você. Vou te dar o mundo em uma bandeja de prata. O que você quiser, você vai ter."
Somos apresentados neste livro as estórias dos próximos casais que também prometem. Kylie e Jensen, novo sócio da empresa, e Chessy com os problemas de relacionamento com Tate, o marido dominador. A autora sabe como prender a atenção do leitor também com os diálogos dos personagens secundários e para quem é fã como eu e já leu os outros livros dela terá uma surpresa em uma destas cenas. Eu adorei!

Comprar: Saraiva


Comentários
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts