Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do mês

Ver mais...

[Resenha] Mar de Tranquilidade - Katja Millay @EditoraArqueiro

17.10.14


Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele.
A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer. Eleito um dos melhores livros de 2013 pelo School Library Journal, Mar da Tranquilidade é uma história rica e intensa, construída de forma magistral. Seus personagens parecem saltar do papel e, assim como na vida, ninguém é o que aparenta à primeira vista. Um livro bonito e poético sobre companheirismo, amizade e o milagre das segundas chances.


Ela morreu aos 15 anos...por 96 segundos!


Nastya tem 17 anos e é literalmente uma outra pessoa, em uma nova cidade, em uma nova escola, vivendo um dia de cada vez, sem falar, sem socializar com ninguém, fechada em si mesma.

Após uma tragédia sua vida nunca mais foi e nunca mais será a mesma. Ela perdeu tudo, seus sonhos, suas esperanças, sua identidade, sua voz.

Josh Bennett é um garoto calado, introvertido, isolado, vive em uma bolha para se proteger de mais sofrimento. Perdeu a mãe e a irmã em um acidente de carro e logo depois o pai e o avô. 

Achei incrível como se inicia o a amizade dos dois e depois o romance. Josh tem a sensibilidade de esperar o tempo certo para que Nastya se abra para ele, sem cobranças e sem pressão. Grandes perdas os aproxima pois cada um tem a sua forma de lidar com a dor e ela encontra em Josh uma zona de conforto. Ele encontra nela o silencio e o fato de não ter que explicar nada e de principalmente nem querer explicar.
"Josh é minha válvula de escape. Meu esconderijo."
É uma estória com tantos detalhes que depois que acaba ela fica na sua cabeça e ai você consegue responder os tantos porquês existentes nela.

Porque ela age assim? Porque ela se veste assim? Porque ela não fala? É um trauma físico ou psicológico? É uma escolha dela ou não?
"Às vezes eu esqueço como se respira."
O segredo de Nastya é revelado quase no final do livro e confesso que foi a curiosidade que me moveu a ler até o fim. Todas as indicações fizeram com que eu quisesse saber o que este livro tinha de tão especial e na verdade apenas no final entendemos o que é.

Fiquei chocada com a tragédia, com o fato dela não merecer, com o fato dela estar no lugar errado e na hora errada. Chocada com a injustiça de tudo isso, com o que ela perdeu e principalmente com o fato de saber que isso acontece na vida real.  
"...eu tenho que correr. É a única coisa que mantém intactas as bordas já desgastadas da minha sanidade."
Uma lição de superação? Não. De dizer “está tudo bem”? Também não, porque ao dizer isto você aceita e perdoa e não é o caso. Mas, aprendemos que devemos escolher o melhor caminho, devemos acreditar que o milagre é ter continuado vivo e respirando apesar de tudo.
"Uma parte de nós sempre soube que estávamos juntos porque éramos problemáticos. Criamos um vínculo graças àquela experiência de vida que nenhum de nós desejou ter. E talvez, quando ela não for mais problemática, eu deixe de ser suficiente. Talvez ela passe a querer alguém cuja vida não seja tão trágica quanto a dela. E essa pessoa não será eu."
Apesar de não curtir muito o gênero de leitura que me faz refletir pois para mim a leitura é uma forma de escape, uma maneira de eu esquecer a minha realidade e entrar na do livro, eu recomendo, leia! 

Mesmo não sendo perfeitas, eu escolho sempre as estórias mais românticas e com finais felizes, porque, qual a graça de entrar em uma que não tem isso e as pessoas sofrem? Em uma que há tantos dramas a serem resolvidos? Que te faz pensar demais? Que você fica com medo de terminar e se decepcionar?

Para entender esta você tem que ler. Talvez esta resenha não seja suficiente para te convencer mas eu posso te dizer que não me arrependo de ter lido, em nenhum momento. É emocionante e com um final surpreendente! 
"Fico surpresa de ver quanto as pessoas têm medo do que pode acontecer no escuro, mas não pensam duas vezes sobre sua segurança durante o dia, como se o sol oferecesse alguma espécie de proteção definitiva contra todo o mal do mundo. Não oferece. Tudo o que ele faz é nos iludir e atrair com seu calor, para então nos derrubar de cara no chão."

Capa Original


Em oferta Saraiva

Comentários
4 Comentários

4 comentários

  1. Oiee

    Amei a resenha, e esse livro é uma das minhas próximas leituras, ao contrário de você eu gosto de livros que fazem refletir, faz sofrer uma leitura mais forte é o que realmente me chama atenção pois assim paro de reclamar do que não precisa e dou valor ao que realmente importa rsrs vou ler o livro com certeza e espero gostar bastante.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  2. OMG!
    Primeira resenha que leio do livro, e fiquei mega tentada em comprá-lo. Confesso que nem tinha lido a sinopse, mas essa capa sempre me chamou atenção, e agora após ler sua resenha fiquei mega intrigada e desejando muitíssimo o livro. Adoro livros que me façam refletir e que me façam sofrer também rsrs
    Parabéns pela resenha, eu adorei <3
    Beijos!!!
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Diana eu não conhecia o livro e fiquei louca aqui. Já estou super curiosa para saber o segredo rsrsrs.
    Beijos, resenha linda!
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Realmente a estória é muito envolvente, me prendeu muito e fiquei por vários dias com o livro na cabeça mesmo tendo começado outro.

    bjooo

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts