Lançamentos

Ver mais...

Resenhas

Ver mais...

Literatura Nacional

Ver mais...

Variedades

Ver mais...

Adaptações

Ver mais...

Leituras do mês

Ver mais...

[Resenha] Dublin Street - Samantha Young @EditoraLeya

26.7.14



Traumatizada pelo seu trágico passado, a americana Joss muda-se para a Escócia, na romântica Edimburgo, onde espera começar uma nova vida. Durante quatro anos tenta negar memórias dolorosas, refugiando-se na escrita, no sonho de um dia, finalmente, pôr os seus fantasmas no papel. Mas de repente tudo muda. Quando vai morar em um luxuoso apartamento na Dublin Street, conhece o desconcertante Branden, um carismático milionário que exerce sobre ela um irresistível fascínio. Joss se vê numa encruzilhada. Sabe que a atração entre ambos é imediata, avassaladora. Mas os demônios do seu passado a impedem de se entregar ao sensual escocês. É então que ele lhe propõe um estranho acordo, que lhes permitirá explorar a atração entre eles sem se envolverem emocionalmente. Joss aceita. E no início acredita, inocentemente, que o acordo vai dar certo. Mas Branden quer mais, muito mais, quer tudo. Quer desvendar todos os seus segredos – e está disposto a mudar o que for preciso para tê-la por inteiro. Mas será que ela está disposta a ir até o fim?

Jocelyn (Joss) é americana e vai morar na Escócia. Quando sua colega de quarto viaja ela tem que procurar um apartamento para alugar e conhece Ellie, que também procura companhia porque não quer viver sozinha.

Ao dividir um táxi com um estranho, Joss nunca poderia imaginar que este fosse o dono da casa que ela aluga e também irmão da Ellie. Braden é lindo, bem sucedido e nunca teve relacionamentos sérios. Mesmo com Joss sendo tão diferente das mulheres a que está acostumado ele não consegue evitar se sentir atraído. Joss é reservada e tenta sempre afastar as pessoas ao redor. Trabalha em um clube como garçonete e no seu tempo livre escreve um romance de fantasia.

De um lado, Joss mesmo atraída por Braden tenta evita-lo porque não quer se envolver e de outro ele a persegue e faz de tudo para conseguir o que quer. Ela sofre de síndrome do pânico e faz terapia devido aos traumas do passado que envolve a perda dos pais e da irmã em um acidente de carro. O problema é muito bem abordado e através das conversas com a sua terapeuta ficamos a par de tudo que houve com ela.

O livro é todo narrado pela protagonista. A amizade dela com a Ellie é linda e tanto Ellie quanto Braden conseguem quebrar a casca que ela criou e ver a pessoa maravilhosa que ela é. A família dos dois a acolhe e fazem de tudo para que ela se sinta querida.

O relacionamento dela com Braden começa com um acordo: apenas sexo por três meses. E que sexo! Eles têm uma química explosiva e as cenas são super hots. Braden propõe o acordo já que percebe que se não for da maneira sem compromisso, não conseguirá nada com ela.
"São apenas dois amigos indo em alguns encontros e fazendo sexo depois. - Ele sentiu a minha dúvida imóvel, porque ele encolheu os ombros. - Olha, quando eu já fiquei sério com uma mulher? Eu quero você, você me quer. Se isto atrapalhar o que deveria ter sido uma amizade perfeitamente legal, então vamos lidar com isso."
"Parece que é mais do que apenas sexo, Braden. Você esta pedindo companhia. Isso complica as coisas."


"Nós fodemos, nós nos divertimos, e então nós dormimos de conchinha. Eu não vou voltar para casa. Eu não voltar para casa porque às vezes no meio da noite eu acordo, e quando eu acordo, quero foder. E por alguma razão incompreensível, a pessoa que eu quero foder é você. Agora, eu sou vou dizer mais uma vez. Vá dormir."                                                

"Você é bom com as palavras, eu vou assumir isto."Eu sou bom com as mãos. Será que você vai assumir isto?"
"Você me faz rir, você me desafia. Eu sinto como se estivesse faltando alguma coisa realmente importante quando você se vai. Tão importante que não me sinto completo. O que eu sinto por você, eu nunca senti por ninguém antes. Você é minha, Jocelyn. Eu soube disto a partir do momento que nos conhecemos. E eu sou seu. Eu não quero ser de mais ninguém, querida."

Gostou? Acho que me empolguei aqui nas cenas né? Este foi o primeiro livro que li desta autora, estreia no Brasil e publicado pela Leya Editora. Recomendo!









  Saraiva

  Amazon



Comentários
1 Comentários

1 Comentário

  1. Empolgou mesmo Di. Este é um livro que quero tê-lo físico. A resenha ficou ótimo, só faltou vc mencionar a cena muito hilária de qdo Braden fez tanta cócegas na Joss e ela soltou um pum (kkkkkkk). Parabéns!! Bjsss

    Joanice

    ResponderExcluir

- Seu comentário estará visível depois de aprovado
- Comentários ofensivos e preconceituosos não serão aceitos.
- Não forneço livros em PDF, por favor não comente se for para fazer este tipo de solicitação.

No Instagram

Copyright © 2017 Meu Vício em Livros | Todos os direitos reservados | Design e desenvolvimento: J.A Layouts